Busca avançada
Ano de início
Entree

Enredos de adoecimento, tramas terapêuticas e políticas ontológicas em uma instituição de saúde indígena: experimentações etnográficas e interlocução acadêmica entre São Paulo e Berkeley

Processo: 18/06164-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 14 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Valeria Mendonça de Macedo
Beneficiário:Valeria Mendonça de Macedo
Anfitrião: Seth Holmes
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Assunto(s):Xamanismo

Resumo

Este projeto diz respeito ao desenvolvimento de uma pesquisa etnográfica centrada na Casa de Apoio à Saúde Indígena (CASAI), sediada em São Paulo, e nos complexos hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS) aos quais está articulada. Em seus 40 leitos, a CASAI-SP recebe indígenas de todas as regiões do país para tratamentos de alta e média complexidade. Desde o início do trabalho de campo em 2015, busquei acompanhar enredos, no duplo sentido de narrativa de uma sequência de ações e de participação em uma rede de relações, em que adoecimentos são conceituados por meio de alteridades intra e entre corpos. Daí a ênfase no que Mol e Law designaram 'políticas ontológicas', voltando-me para como questões são formuladas, corpos formatados e vidas manejadas em itinerários terapêuticos em que participam múltiplos agentes e práticas de conhecimento (biomédicas, burocráticas, xamânicas e outras). O desafio na atual fase da pesquisa é aquilo que Strathern formulou como efeito etnográfico, em que a escrita se deixe afetar pelas formas relacionais experimentadas em campo. Este projeto vai ao encontro desse objetivo, buscando adensar diálogos teórico-metodológicos por meio de uma estadia na Universidade da Califórnia - Berkeley que permita maximizar o rendimento analítico de minha experiência etnográfica, resultando na redação de artigos em inglês e português, bem como na internacionalização de minha rede de interlocutores. O instituto ao qual estarei vinculada é de especial interesse por congregar centros voltados para medicina social, pesquisa etnográfica e estudos com populações nativas da América, tendo como supervisores dois professores cujas pesquisas voltam-se para saúde indígena na América Latina.