Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição do fator transcricional Nrf2 para as alterações vasculares associadas à hipertensão arterial induzida por aldosterona

Processo: 18/05298-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Pesquisador responsável:Rita de Cassia Aleixo Tostes Passaglia
Beneficiário:Daniel Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hipertensão   Aldosterona   Equilíbrio hidroeletrolítico   Estresse oxidativo   Fatores de transcrição   Espécies de oxigênio reativas

Resumo

A aldosterona (Aldo), sintetizada principalmente na zona glomerular do córtex da suprarrenal, mas também em tecidos extra-renais como no sistema nervoso central e no sistema cardiovascular, é um agonista de receptores mineralocorticoides (MR). A função principal da Aldo é a regulação do balanço hidroeletrolítico, promovendo aumento da reabsorção do íon sódio (Na+), diminuição das concentrações plasmáticas do íon potássio (K+) e ativação do sistema renina-angiotensina. No sistema cardiovascular a Aldo favorece a formação de espécies reativas do oxigênio (EROs) via ativação da enzima NAD(P)H oxidase. As EROs contribuem para a disfunção vascular, reduzindo a biodisponibilidade de óxido nítrico nas células endoteliais e, consequentemente, aumentando o tônus contrátil do músculo liso vascular. Diversos tipos celulares desenvolveram programas adaptativos para neutralizar o estresse oxidativo. O fator nuclear eritróide 2 relacionado ao fator 2 (Nrf2), por exemplo, recruta a maquinaria transcricional para promover a expressão de diversas proteínas antioxidantes. A atividade transcricional do Nrf2 é finamente regulada por proteínas repressoras. Neste sentido, a proteína citosólica Keap-1 e a nuclear Bach-1 inibem sua atividade. Considerando que Aldo é um potente indutor de EROs e que Nrf2 é um fator de transcrição sensível ao estado redox, promovendo transcrição de genes antioxidantes, nós hipotetizamos que a Aldo regula negativamente o sistema antioxidante Nrf2, via aumento da expressão de Keap-1 e Bach-1, favorecendo o acúmulo de EROs e subsequente disfunção vascular. (AU)