Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da via de sinalização de AMPK: potenciais alvos regulados e diferenças na expressão genica durante o controle do desenvolvimento de castas em abelhas melíferas

Processo: 17/26418-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Klaus Hartmann Hartfelder
Beneficiário:Douglas Elias Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo   Proteínas quinases ativadas por AMP   Biologia do desenvolvimento

Resumo

Apis mellifera representa um excelente modelo de estudo de biologia do desenvolvimento em termos de plasticidade fenotípica resultante de fatores alimentares. Os fenótipos rainha e operária não representam genótipos distintos, mas se desenvolvem a partir de uma larva bipotente que responde a estímulos externos durante o processo de desenvolvimento pós-embrionário. Estes estímulos são os diferentes regimes de alimentação que as larvas recebem das operárias nutridoras. Larvas que receberam geleia real em grande quantidade durante toda a fase de crescimento larval irão se desenvolver em rainhas adultas com alta capacidade reprodutiva e longa expectativa de vida. Já larvas que no inicio de desenvolvimento receberam geleia de operária, menos calórica, e depois uma dieta mista, irão se desenvolver em operárias adultas, indivíduos subférteis e de curta expectativa de vida. O desenvolvimento das duas castas fenotipicamente distintas a partir de larvas bipotentes ocorre por meio de vias de sinalização que respondem a nutrientes, tais como a via insulina/TOR, resposta à hipóxia, hormônio juvenil (JH), e envolve a regulação do metabolismo oxidativo e controle da biogênese mitocondrial. Dada a relação direta da proteína quinase ativada por AMP, a AMPK, com a maioria destas vias, bem como o seu papel molecular extremamente conservado na regulação da homeostase metabólica, peso corporal e absorção de nutrientes pelas células do corpo, propomos investigar neste projeto a influência e papel de AMPK no processo de diferenciação de castas em A. mellifera.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, DOUGLAS ELIAS; SOUZA, ANDERSON DE OLIVEIRA; TIBERIO, GUSTAVO JACOMINI; ALBERICI, LUCIANE CARLA; HARTFELDER, KLAUS. Differential expression of antioxidant system genes in honey bee (Apis mellifera L.) caste development mitigates ROS-mediated oxidative damage in queen larvae. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 43, n. 4 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.