Busca avançada
Ano de início
Entree

O efeito da crioterapia no controle da dor, na função e qualidade de vida em indivíduos com osteoartrite de joelho grau 4: série de casos

Processo: 17/24934-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Tania de Fatima Salvini
Beneficiário:Flávia Maintinguer Norde
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Analgesia   Crioterapia   Osteoartrite do joelho   Joelho

Resumo

Introdução: A osteoartrite de joelho (OAJ) é uma condição crônica e incômoda, a qual muitas vezes resulta em dor e disfunção física que pioram ao longo do tempo. Os pacientes em estágio final de OAJ apresentam no exame radiográfico vastos osteófitos, estreitamento do espaço articular, esclerose do osso subcondral grave e deformidade óssea definida. As diretrizes clínicas de OAJ enfatizam a combinação de tratamentos não farmacológicos associados a tratamentos farmacológicos, entretanto para pacientes em fase final de OAJ, há uma percepção de grande parte dos profissionais de saúde, embora ainda não comprovada, de que esses pacientes apenas responderão às cirurgias de substituição das articulações. A Artroplastia Total do Joelho (ATJ) geralmente é considerada como padrão-ouro de tratamento para o estágio final de OAJ, sendo uma cirurgia segura e eficaz. No entanto, o procedimento sofre algumas limitações econômicas e consequências dependendo da faixa etária afetada. A crioterapia é um recurso útil na prática clínica, considerada relativamente segura, de fácil administração pelos profissionais de saúde bem como pelos pacientes, apresenta baixo custo e pode ser recomendada isoladamente ou associada a outras terapias como um tratamento complementar não farmacológico para controle da dor e processo inflamatório. A maior parte dos estudos disponíveis avaliaram o uso do agente térmico nos estágios iniciais e intermediários da doença, entretanto conclusões relacionadas à sua eficácia, para essas medidas, ainda são insuficientes, principalmente devido às limitações metodológicas. Objetivo: determinar a eficácia da aplicação de crioterapia em indivíduos em estágio final de OAJ, afim de reduzir a dor, melhorar a função e a qualidade de vida desses indivíduos. Métodos: Trata-se de um estudo de casos, duplo-cego realizado durante 12 semanas. Participarão 10 pacientes diagnosticados com OAJ grau 4, com base nos critérios clínicos e radiográficos do Colégio Americano de Reumatologia 4. Os participantes deverão apresentar 60 anos ou mais, índice de massa corporal (IMC) inferior ou igual a 40kg/m² e uma OAJ sintomática, com intensidade da dor, baseada na semana anterior, de quatro cm ou mais em uma Escala Visual Analógica de 10cm (EVA). Três avaliações iniciais de linha de base serão realizadas antes do início da intervenção com um período de uma semana entre elas. Isso será seguido por três semanas consecutivas de intervenção, três vezes por semana e uma avaliação pós-intervenção na última semana. Duas avaliações de acompanhamento serão realizadas em três e seis semanas após o término da intervenção. Todos os indivíduos irão ter as seguintes variáveis avaliadas pré e pós-intervenção: intensidade da dor (Escala Visual Analógica), função do joelho e seus problemas associados (Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score), testes de função física (teste de sentar e levantar da cadeira em 30s e o Timed Up and Go) e um questionário de qualidade de vida (Short Form-36). Análise de dados: A normalidade dos dados será avaliada e testes paramétricos ou não paramétricos poderão ser utilizados. A Análise de Variância de um Fator (ANOVA) será o teste paramétrico escolhido para analisar o efeito principal do tempo (pré, pós- intervenção e acompanhamento). O teste de Tukey e o seu equivalente não paramétrico serão usados para análise post hoc quando necessários. Além disso, os dados perdidos serão substituídos usando uma análise por intenção de tratar com o método de maximização da expectativa. O nível de significância será fixado em 0,05 para todas as análises estatísticas. (AU)