Busca avançada
Ano de início
Entree

De Mulieribus: a ira caraterizadora das personagens femininas de Sêneca

Processo: 18/07948-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Línguas Clássicas
Pesquisador responsável:Bianca Fanelli Morganti
Beneficiário:Amanda Larissa Garcia de Medeiros
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/25752-9 - De Mulieribus: as personagens femininas na tragédia de Sêneca à luz do seu modelo euripidiano, BE.EP.IC
Assunto(s):Mitologia   Estudos de gênero   Personagens   Mulheres   Raiva (estado emocional)

Resumo

A ira, como afeto comum ao ser humano, é tópico de discussão desde a antiguidade. Sêneca, filósofo e tragediógrafo romano, escreveu um diálogo destinado a discussão e ao tratamento dessa paixão. O filósofo trata a ira de maneira diferente a depender do gênero, pois, em alguns momentos ele destaca a diferença entre as causas e a intensidade da ira nas mulheres. Medeia, Fedra, Hécuba, Andrômaca, Jocasta e Antígona são algumas das figuras mitológicas femininas das quais Sêneca utiliza-se em suas tragédias, e estas, ao se tornarem personagens das obras senequianas, passam a ter características e atitudes que evidenciam a discussão a respeito da ira. Isto posto, sob a perspectiva do diálogo senequiano sobre a ira, esse projeto objetiva refletir sobre a maneira que as personagens femininas, em particular aquelas que dão título às obras, colocam em prática os conceitos discutidos em seu diálogo. (AU)