Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso do gel de celulose bacteriana em feridas experimentais na espécie equina

Processo: 18/06641-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Flávia de Almeida Lucas
Beneficiário:Mariana Zacarin Guiati
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Patologia veterinária   Histologia animal   Termografia   Celulose bacteriana   Gel (formas farmacêuticas)   Cicatrização   Equinos   Análise de variância

Resumo

As feridas em equinos ocorrem em decorrência de traumas e geralmente cicatrizam por segunda intenção, sujeitas a complicações como o tecido de granulação exuberante. A celulose bacteriana (CB) tem sido intensamente estudada e avaliada como material de reparação do tecido e vários diferentes produtos da CB vêm tendo sucesso ao serem aplicados na cicatrização da pele. Com este trabalho, objetiva-se efetuar a avaliação clínica, histopatológica e termográfica do uso do gel de celulose em feridas experimentalmente induzidas na região lombar de equinos. Serão utilizados quatro equinos, adultos e hígidos. Com o uso de um molde serão confeccionadas feridas retirando-se a espessura total da pele na região lombar. Todas as feridas serão tratadas diariamente com solução fisiológica a 0,9% (Grupo controle) e com gel de celulose (Grupo tratado). As avaliações clínicas, histopatológicas e termográficas serão realizadas imediatamente antes e após a confecção das feridas e aos 3, 7, e 15 dias de pós-operatório. Os dados das áreas serão submetidos à análise de variância em parcelas subdivididas com medidas repetidas no tempo e taxa de contração das feridas à análise de variância em parcelas subdivididas, seguido do teste de Tukey para comparações múltiplas de médias. As temperaturas obtidas (centro e bordas) com a avaliação termográfica serão analisadas através de análise de variância e teste t de Student, empregando-se o programa SAS (Statistical Analysis System). (AU)