Busca avançada
Ano de início
Entree

O espaço brasileiro dos intelectuais e o Chile de 1964 a 1973: influências teóricas, políticas e sociais do exílio

Processo: 18/09486-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de agosto de 2018
Vigência (Término): 19 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia do Desenvolvimento
Pesquisador responsável:Alvaro Augusto Comin
Beneficiário:Elisa Klüger
Supervisor no Exterior: Jeremy I Adelman
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Princeton University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/13937-1 - O espaço brasileiro dos intelectuais e o Chile de 1964 a 1973: influências teóricas, políticas e sociais do exílio, BP.PD
Assunto(s):Intelectuais   Espaço social   Exílio   Redes sociais

Resumo

Este projeto de pós-doutorado consagra-se ao exame das trajetórias e das redes de relações de intelectuais brasileiros asilados no Chile entre 1964 e 1973 e das reconfigurações do espaço dos intelectuais e da política ocorridas uma vez reposicionados no Brasil. O estudo tem cinco objetivos concatenados: 1) Caracterizar socialmente a população estudada e delinear a estrutura de polaridades do espaço social por eles constituido. 2) Retraçar o processo de costura de laços no exterior, de modo a avaliar o impacto do deslocamento na montagem da estrutura de relações observada na redemocratização. 3) Verificar se houve uma tendência de aproximação de indivíduos com propriedades sociais semelhantes. 4) Investigar redes de migração e discutir o papel que instituições internacionais tiveram no acolhimento dos asilados. 5) Tematizar ideias, expertises e repertórios politicos com os quais os asilados tiveram contato no exterior e 6) Observar a mobilização de trunfos adquiridos no exterior e as retraduções das teorias e das concepções de desenvolvimento, política e sociedade no Brasil da redemocratização. Para tanto, serão feitas entrevistas com intelectuais brasileiros que estiveram no Chile no período e coletados depoimentos e documentos que versem sobre seus padrões de inserção social, intelectual e política. Os dados advindos das fontes orais e documentais serão combinados para construir uma base prosopografica e uma relação de laços entre agentes que serão analisadas empregando dois arcabouços teórico-metodológicos concomitantemente: análises de rede e análises de correspondências múltiplas, de modo a indicar as interações entre disposições sociais, tomadas de posição e vínculos envolvendo agentes e instituições.