Busca avançada
Ano de início
Entree

O conceito de culpa (Schuld) na concepção de ordenação moral do mundo da filosofia de Schopenhauer

Processo: 18/05139-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Ética
Pesquisador responsável:Eli Vagner Francisco Rodrigues
Beneficiário:Eli Vagner Francisco Rodrigues
Anfitrião: Matthias Koßler
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa : Johannes Gutenberg University Mainz (JGU), Alemanha  
Assunto(s):Arthur Schopenhauer   Culpa   Teologia   Filosofia alemã

Resumo

O projeto propõe uma pesquisa sobre ética na obra de Arthur Schopenhauer, aprofundando os estudos desenvolvidos no mestrado e no doutoramento, a partir de uma interpretação que considera o conceito de culpa (Schuld) como foco fundamental para a compreensão dos fundamentos da posição do filósofo a favor de uma ordenação moral do mundo. Examina-se tal fundamentação em relação à legitimidade da imputabilidade humana e do mundo, a partir da concepção de uma metafísica imanente. Pretende-se examinar como o filósofo sustenta a aproximação de sua filosofia de aspectos dogmáticos do cristianismo como a noção de pecado original e a aproximação com a concepção de Lutero sobre o problema do livre-arbítrio (tese do servo-arbítrio). Para tal, optou-se por um estudo do problema do ordenamento moral na recente produção dos Professores Rudolf Malter, Mathias Koßler e Stephan Grätzel, que enfocam a relação entre a filosofia de Schopenhauer e a teologia cristã, principalmente a partir da influência de Lutero e sob a perspectiva do problema da culpa. O projeto propõe uma pesquisa supervisionada pelo Prof. Mathias Koßler, presidente da Schopenhauer Gesselschaft, no centro de pesquisa "Die Schopenhauer-Forschungsstelle" da "Johannes Gutenberg Universität-Mainz", e nos arquivos da "Schopenhauer Gesselschaft" em Frankfurt e seminários de estudos na Universidade de Mainz. Propõe-se, também, um trabalho colaborativo com os pesquisadores Prof. Domenico Fazio e Prof. Fabio Ciracì do Centro interdipartimentale di ricerca su Arthur Schopenhauer e la sua scuola dell'Università del Salento, sediado em Lecce, Itália, responsáveis pelo trabalho de recuperação e sistematização histórico- crítica da chamada "Escola de Schopenhauer" (Schopenhauer-Schulle).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.