Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel dos carotenóides no desenvolvimento do fungo Botrytis cinerea em frutos de tomateiro

Processo: 17/26314-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Anie Dalfré Jacon
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Melhoramento genético vegetal   Peroxidase   Pós-colheita   Tomate   Tomateiro   Botrytis

Resumo

Dentre várias das preocupações da área de alimentos está a constante atenção ao período em que o alimento permanece apto ao consumo. O amadurecimento e a suscetibilidade aos patógenos se tornam alvo de estudo, visto que impactam em mudanças profundas nas características dos frutos, elevando sua perecibilidade e diminuindo sua vida útil. Pesquisas mostraram que a concentração de pigmentos flavonoides está relacionada à manutenção da qualidade e redução da suscetibilidade do tomate ao patógeno Botrytis cinerea. No entanto, há escassez de informações sobre o envolvimento de outras classes de pigmentos. Desta forma, este projeto propõe o uso de linhagens quase isogênicas (NILs) de tomateiro com diferente composição de carotenoides, a fim de verificar se o acúmulo majoritário de um ou outro pigmento afeta a suscetibilidade ao fungo B. cinerea. Para isso, os frutos serão colhidos no estágio de maturação "maduro vermelho", e inoculados com solução de esporos do patógeno. A produção de etileno será acompanhada diariamente, bem como a incidência e severidade da doença. Para maior compreensão dos resultados também será avaliada a capacidade antioxidante e a atividade da enzima peroxidase. Com este estudo será possível determinar se algum tipo de carotenoide pode afetar a colonização do fungo B. cinerea em frutos de tomate durante o período pós-colheita, possibilitando futuros benefícios econômicos, sociais e resultados importantes que posteriormente possam ser empregados em programas de melhoramento genético. (AU)