Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos dos pesticidas fipronil e 2,4-D isoladamente e em mistura, sobre espécies nativas da biota aquática neotropical

Processo: 17/24126-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Evaldo Luiz Gaeta Espindola
Beneficiário:Raquel Aparecida Moreira
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/18790-3 - Consequências ambientais da conversão pastagem-cana-de-açúcar e intensificação de pastagens, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Macrothrix flabelligera

Resumo

O aumento do consumo de pesticidas tem preocupado as agências reguladoras em decorrência dos graves impactos ambientais e problemas de saúde pública. No Brasil, o inseticida fipronil e o herbicida 2,4-D vêm sendo aplicados intensivamente e simultaneamente nas culturas agrícolas. Até o presente momento não existem na literatura informações sobre os efeitos tóxicos da mistura destes contaminantes sobre organismos não-alvo e que sejam nativos da região Neotropical. Assim, este projeto tem como objetivo avaliar os efeitos tóxicos do fipronil e do 2,4-D isoladamente e em mistura, sobre espécies nativas representantes de diferentes níveis tróficos. Para isso, serão realizados testes de toxicidade com a microalga clorofícea Raphidocelis subcapitata, o cladócero Macrothrix flabelligera e o peixe Hyphessobrycon eques. Será avaliada a toxicidade de amostras de água de mesocosmos contaminados com aplicação direta (spray drift) dos pesticidas aos organismos-teste selecionados, com múltiplas contaminações que simulem temporalmente as aplicações no campo. Parâmetros de variáveis comportamentais serão analisadas, como por exemplo, as respostas de evitação (avoidance) que provavelmente ocorrerão quando o peixe e o cladócero forem expostos aos pesticidas e suas misturas. Também serão realizados testes com biomarcadores bioquímicos para a espécie nativa de peixe, o Hyphessobrycon eques, e a espécie de peixe exótica, o Danio rerio, a fim de comparar a sensibilidade dessas espécies com base nos parâmetros enzimáticos. Este estudo ainda visa a realização de uma revisão bibliográfica sobre a utilização de espécies nativas na avaliação de risco de pesticidas nos trópicos e por fim, realizar uma avaliação de risco preliminar destes pesticidas à biota aquática tropical. Os resultados desta pesquisa fornecerão uma melhor compreensão sobre os efeitos tóxicos causados aos ecossistemas aquáticos devido à contaminação por estes compostos, e poderão fundamentar ações regulatórias auxiliando a implantação de medidas mais restritivas para o uso destes pesticidas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.