Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos impactos ambientais associados ao rompimento da barragem de Fundão (Mariana, MG) em anfíbios: efeitos agudos, crônicos e comportamentais

Processo: 18/06259-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Juliane Silberschmidt Freitas
Beneficiário:Lais Girotto
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ecotoxicologia   Desastres ambientais   Mineração   Barragens   Rejeitos de mineração   Anfíbios   Espécies em perigo de extinção

Resumo

O setor de mineração, embora economicamente importante, é responsável por diversos impactos ao longo de seu processo, além daqueles relacionados aos riscos de desastres. O rompimento da barragem do Fundão em Mariana-MG resultou no derramamento de 62 milhões de m³ de rejeito de mineração nos corpos hídricos, afetando a biota e o abastecimento de cidades ao longo da bacia do Rio Doce. Embora seja observado um aumento nas investigações avaliando os impactos provocados pela liberação do rejeito, até o momento não foram fornecidas informações suficientes para avaliação dos reais riscos causados, principalmente para grupos mais vulneráveis, tais como os anfíbios. Atualmente, os anfíbios são um dos principais grupos ameaçados de extinção e a contaminação de habitat é apontada como um dos principais fatores contribuindo para o declínio de diversas espécies. Visando a maior compreensão da magnitude dos danos causados sobre a biota, a presente pesquisa pretende simular as condições do desastre em escala laboratorial, avaliando os efeitos agudos e crônicos sobre anfíbios. Para isso, girinos serão expostos a diferentes proporções volumétricas de rejeito proveniente do rompimento da barragem do Fundão. A mortalidade dos indivíduos será monitorada ao longo de 96 horas para avaliação de efeitos agudos. Para os testes crônicos, girinos serão expostos ao rejeito durante 28 dias e serão avaliados efeitos no crescimento, desenvolvimento, anormalidades e desempenho natatório. A capacidade de detecção de ambientes contaminados e migração dos girinos também serão avaliadas pelo teste de evitamento. A realização dos testes ecotoxicológicos em complemento com as análises físico-químicas ajudará a esclarecer como a exposição aos rejeitos de mineração deve afetar a população de anfíbios e a dinâmica ecossistêmica em longo prazo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIROTTO, LAIS; GAETA ESPINDOLA, EVALDO LUIZ; GEBARA, RENAN CASTELHANO; FREITAS, JULIANE SILBERSCHMIDT. Acute and Chronic Effects on Tadpoles (Lithobates catesbeianus) Exposed to Mining Tailings from the Dam Rupture in Mariana, MG (Brazil). WATER AIR AND SOIL POLLUTION, v. 231, n. 7 JUN 19 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.