Busca avançada
Ano de início
Entree

The Female Marine: classe, gênero e raça na literatura da Primeira República norte-americana (1810 - 1830)

Processo: 18/05395-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Robert Sean Purdy
Beneficiário:Jaqueline Stafani Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História dos Estados Unidos   História social   História cultural   Literatura norte-americana   Romance   Desigualdade social

Resumo

A pesquisa tem por objetivo compreender, por meio da análise do romance The Female Marine e de expressões literárias do XIX norte americano, como foram representadas as mudanças sociais, econômicas e políticas da cidade de Boston entre os anos de 1810 a 1830. Nesse sentido, busca-se demonstrar como a literatura representou as desigualdades sociais da Primeira República, principalmente do bairro West Boston, e como tais representações, permeadas pelas redes de interlocução social do romance, contribuíram para gestar e confirmar concepções de classe, raça, moralidade e comportamento feminino, a partir de critérios considerados adequados e inadequados por autoridades seculares e religiosas do período. Para tanto, tem-se como fontes o romance The Female Marine, relatórios e correspondências da Boston Female Society for Missionary Proposes, documentos administrativos da cidade, censos correspondentes ao recorte, dentre outros que, a partir de revisão bibliográfica e análise, serão interrogados pelos questionamentos: Quais são os limites e possibilidades da abordagem do romance enquanto objeto da história? Como podemos compreender tais relatos em seu contexto? Em que medida é possível estabelecer relações entre as personagens femininas e afro-americanas representadas no romance e a sociedade demonstrada nos documentos missionários e normatizações administrativas, tendo em vista o lugar social e histórico ocupado por tais relatos? A fim de responder a essas e outras questões, a pesquisa se alicerçará em debates historiográficos dentro da História Social e Cultural. (AU)