Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação sonora de espaços urbanos na área central de São Paulo

Processo: 18/08972-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ranny Loureiro Xavier Nascimento Michalski
Beneficiário:Giovanna Milani Caparroz
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição sonora   Acústica   Medição de ruído   Conforto acústico   Espaço urbano   São Paulo (SP)

Resumo

Visto o momento atual em que planejadores urbanos incentivam fortemente a tomada de medidas institucionais para favorecer a ocupação da região central da cidade de São Paulo, o presente trabalho procura analisar quais as reais condições de ruído às quais estão sujeitas as populações que lá habitam. Será feita uma avaliação sonora em pontos estratégicos da região central do município de São Paulo, considerando aspectos quantitativos e subjetivos. Foram selecionadas três áreas de estudo com diferentes perfis de ocupação, altura dos edifícios, densidade construtiva, quantidade de espaços vazios, largura das vias e capacidade de fluxo de veículos. Como ponto de referência para as medições serão tomadas vias de tráfego de automóveis, considerando que as principais fontes de ruído locais são os veículos. Além das medições, será feita uma avaliação do perfil e fluxo dos veículos, com a finalidade de se entender como a coexistência dos diferentes usos determina a circulação de tipos específicos de veículos, e para servir como dado de entrada para simulação em modelo computacional do ruído ambiental urbano nas frações escolhidas da cidade. As etapas seguintes serão a elaboração do mapa de ruído das áreas selecionadas e a validação do mesmo através de comparação com as medições realizadas. Para um trabalho posterior, pretende-se propor medidas que podem ser tomadas para a solução do problema acústico da região, de forma que os dados encontrados possam servir de auxílio para o planejamento urbano e desenho da cidade. Pretende-se também estudar e analisar o perfil socioeconômico das pessoas que habitam a região. Essa atitude é importante, pois leva a um entendimento de quem exatamente está exposto e é afetado por determinados níveis sonoros, e como um mesmo nível sonoro pode gerar percepções diferentes. Essa sensibilidade na abordagem do tema faz com que as pessoas deixem de ser apenas números e estratégias mais humanas sejam adotadas. (AU)