Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos mecanismos celulares pelos quais o HIV-1 antagoniza a ação antiviral das proteínas transmembrana induzidas por interferon (IFITMs)

Processo: 18/08966-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luis Lamberti Pinto da Silva
Beneficiário:Cristina Santos da Costa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Lentivirus   HIV-1   Transporte proteico   Interações vírus-célula   Interferon tipo I   Interferon tipo II

Resumo

O HIV-1 é um lentivírus que infecta células do sistema imune que apresentam o receptor CD4. Ao se replicar na célula, o vírus subverte a maquinaria celular a seu favor, levando a produção de milhares de novas partículas e, em última análise, a morte das células produtoras. Esse efeito resulta em profunda depleção dos níveis de células CD4+ no organismo hospedeiro e, consequentemente, levando o indivíduo ao quadro de AIDS. Uma das primeiras respostas do sistema imune à infecção é a sinalização celular por meio de interferon do tipo I e II, que irá resultar na síntese de proteínas e fatores com atividade antiviral. IFITM1, 2 e 3 são proteínas transmembranas reguladas positivamente por interferon e que possuem elevada atividade contra o HIV-1, agindo através de diferentes mecanismos para conter a infecção. Diferentes estudos têm apontado que a efetividade antiviral das IFITMs é determinada por sua localização subcelular, regulada pela célula através de motivos de aminoácidos em sua porção N-terminal que são passíveis de alterações pós-traducionais. A ação de outros fatores de restrição celulares, também importantes para a inibição da replicação do HIV-1, é antagonizada por proteínas virais, o que permite ao vírus evadir à resposta imune. Contudo, até o momento não foram identificadas proteínas do HIV-1 responsáveis por sua resistência à ação mediada pelas IFITMs. Apesar da grande importância de sua função antiviral, muitos aspectos referentes aos mecanismos utilizados pelas IFITMs e pelo HIV-1 para contrapor essa atividade ainda são pouco compreendidos, fato devido principalmente à sua recente identificação como agentes anti-HIV-1. Com base no exposto, o presente projeto visa elucidar os mecanismos utilizados pelo HIV-1 para antagonizar a ação das IFITM1, 2 e 3, e, assim, contribuir na geração de conhecimento referente à interação patógeno-hospedeiro. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAVARES, LUCAS A.; DE CARVALHO, V, JULIANNE; COSTA, CRISTINA S.; SILVEIRA, ROBERTA M.; DE CARVALHO, ANDREIA N.; DONADI, EDUARDO A.; DASILVA, LUIS L. P. Two Functional Variants of AP-1 Complexes Composed of either gamma 2 or gamma 1 Subunits Are Independently Required for Major Histocompatibility Complex Class I Downregulation by HIV-1 Nef. Journal of Virology, v. 94, n. 7 APR 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.