Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil psicossocial de acumuladores de animais e implicações na saúde pública

Processo: 17/18313-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Noeme Sousa Rocha
Beneficiário:José Fernando Nardy
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde pública   Transtorno obsessivo-compulsivo   Impacto psicossocial   Saúde animal   Zoonoses   Técnicas de diagnóstico molecular   Inquéritos e questionários   Botucatu (SP)

Resumo

Acumuladores de animais trata-se de um tema relevante que envolve diversas áreas da Medicina Veterinária, além de ser multidisciplinar. Ao abordar estas situações é importante que o médico veterinário tenha o conhecimento jurídico, referente às leis de proteção aos animais e também o conhecimento forense para identificar lesões que o animal possa apresentar, além de compreender que o tutor desses animais sofre de uma patologia. O desenvolvimento recente da Medicina Veterinária Legal, tem abordado esses tópicos a fim de capacitar o médico veterinário a reconhecer as variáveis envolvidas no ambiente em que vive esse animal. O estudo dos acumuladores não é somente a identificação do ambiente doméstico que o animal e o indivíduo habitam e as possíveis doenças envolvidas, mas também o destino dos animais que se encontram nessas residências e o impacto na sociedade. Para auxiliar e compreender melhor situações como essa, em que a questão animal transcende o âmbito veterinário, desenvolveu-se a Medicina Veterinária do Coletivo, a qual estabelece uma relação de interdisciplinaridade com a Saúde Pública, e além disso tenta estabelecer medidas de prevenção das doenças zoonóticas (as quais representam sessenta por cento das doenças humanas), controle dos animais errantes presentes nos centros urbanos e o bem-estar animal. O presente projeto será subdividido em três partes. Primeiramente, através da aplicação de questionário para identificar o perfil psicossocial de indivíduos acumuladores de cães e gatos no município de Botucatu, durante o período de novembro de 2017 a outubro de 2018. A segunda etapa compreende, os locais visitados serão analisados utilizando-se um protocolo de perícia. E por fim, serão coletadas amostras representativas de cada local de fezes dos animais, as quais serão submetidas ao procedimento de LAMP para diagnóstico molecular dos seguintes parasitas zoonóticas: Ancylostoma spp., Toxocara spp., Dipylidium caninum e Trichuris vulpis. Após as três etapas os resultados serão analisados estatisticamente utilizando-se distribuição de frequências absoluta e relativa, estatística descritiva e testes comparativos de acordo com a distribuição dos dados, visando obter maiores informações a respeito das condições de acumuladores de animais no contexto da saúde pública, medicina veterinária e inclusive gerando dados que possam ser veiculados aos órgãos públicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)