Busca avançada
Ano de início
Entree

A população de Tivela mactroides (Born, 1778) na Enseada de Caraguatatuba, litoral norte do Estado de São Paulo: monitoramento e análise de ameaças

Processo: 17/19156-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Alexander Turra
Beneficiário:Juliana Nascimento Silva
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Políticas públicas   Monitoramento ambiental   Conservação dos recursos naturais   Qualidade ambiental   Praias   Tivela mactroides   Caraguatatuba (SP)

Resumo

A ocupação da zona costeira no Brasil vem se intensificando nas últimas décadas. Um exemplo de organismo de zona costeira submetido às pressões resultantes desse processo de ocupação é o bivalve Tivela mactroides (Born, 1778). Devido ao seu hábito filtrador, os bivalves acumulam compostos químicos em seus tecidos ao longo do seu ciclo de vida e podem transmitir esses contaminantes através da teia trófica. Na Enseada de Caraguatatuba essa espécie é um recurso importante para a recreação, a subsistência e como insumo econômico para turistas e moradores. O presente estudo tem como objetivo geral utilizar ferramentas e modelos de gestão para subsidiar os agentes de decisão e orientar o desenvolvimento e o monitoramento de políticas e estratégias ligadas a manutenção da qualidade ambiental da praia, com foco no manejo e na conservação da população de T. mactroides na Enseada. Serão realizados levantamentos sobre a variação temporal na história de vida da população de T. mactroides na área de estudo e identificados fatores que podem impactar essa população. Com essas informações e com base em dados da literatura disponível sobre o assunto e entrevistas com especialistas, serão utilizados os modelos SWOT e DPSIR para identificar pressões, impactos, lacunas de políticas públicas e oportunidades relacionadas a população de T. mactroides no local considerando dois cenários: 1) de conservação e 2) de manejo da espécie como um recurso sociocultural. Com isso espera propor ações tanto da sociedade quanto do poder público para a conservação e manejo dessa espécie. (AU)