Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do gene Aire na propriedade quimiotática de células tímicas epiteliais medulares sobre timócitos

Processo: 18/06460-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Geraldo Aleixo da Silva Passos Júnior
Beneficiário:Mayara Cristina Vieira Machado
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Timócitos   CRISPR-Cas9   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos

Resumo

O gene Autoimmune regulator (Aire) (cromossomo 21q22.3 humano e 10qC1 murinoMus musculus), é um controlador da tolerância imunológica central e do surgimento de doençasautoimunes. A sequência de Aire apresenta ~80% de similaridade homem-camundongo e estegene regula a transcrição de genes de autoantígenos de tecidos periféricos (PTAs do inglêsperipheral tissue antigens) em células tímicas epiteliais medulares (mTECs do inglês medullarythymic epitelial cells). Esse fenômeno foi denominado de PGE (do inglês promiscuous geneexpression). O significado da PGE é imunológico, ou seja, a representação do próprio no timoque é a base da indução da tolerância imunológica. Para que ocorra a tolerância aos antígenospróprios do organismo, os timócitos (precursores das células T) originários da medula ósseamigram para o timo e entram nesse órgão através da junção córtico-medular. Uma vez nointerior desse órgão, os timócitos migram sequencialmente e nessa ordem, córtex e depoismedula do timo, estabelecendo respectivamente adesão com as células tímicas epiteliaiscorticais (cTEC-timócito) e com as células mTEC (mTEC-timócito). Essas interações sãocomumente referidas como crosstalk tímico. Esses eventos de migração e adesão sãoimportantes para ocorrer a seleção positiva (mediada pelas cTECs) e a seleção negativa(mediada pelas mTECs) dos timócitos. A migração dos timócitos no interior do timo é mediadapor quimiocinas como CXCL12 (secretada pelas cTECs) e CCL19 e CCL21 (secretadas pelasmTECs). Em nosso laboratório estamos investigando o papel do gene Aire em células mTEC pormeio da estratégia de perda de função mediada por mutações induzidas pelo sistema CrisprCas9.Células mTEC Aire mutantes, desregulam um conjunto grande de genes downstreamincluindo aqueles que codificam moléculas de adesão. Neste projeto pretendemos investigar seAire também controla genes de quimiocinas envolvidas na migração de timócitos em direção àscélulas mTEC. Para isto, trabalharemos com essas células em cultura, comparando os perfis deexpressão transcricional de mTECs Aire selvagens vs Aire mutantes. A validação do efeitofuncional de Aire será realizada pelo ensaio de migração timócitos à mTECs (ensaio transwell).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.