Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho agronômico de cultivares de cevada cervejeira irrigada com inoculação de Azospirillum brasilense associada à adubação nitrogenada em baixa altitude

Processo: 18/09973-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho
Beneficiário:Eduardo Bianchi Baratella
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Malte   Nitrogênio   Nutrição mineral de plantas

Resumo

A cultura da cevada (Hordeum vulgare L.), cujo foco é a indústria cervejeira, tem grande importância econômica na Região Sul do Brasil, sendo viável para o cultivo na estação de inverno, em outras regiões do país, onde os produtores buscam alternativas para esse período. Todavia, a expansão da cultura nessas áreas, como as do Cerrado brasileiro, é recente, demandando pesquisas científicas que gerem embasamento ao produtor. A adubação nitrogenada é essencial ao crescimento e desenvolvimento da cevada. Por outro lado, em excesso, o nitrogênio (N) interfere negativamente no teor de proteína e, consecutivamente, na qualidade do malte. A inoculação com Azospirillum brasilense tem propiciado bons resultados em gramíneas com ganho em rendimento e diminuição nas doses de N sem perda de produtividade, sendo uma forma mais sustentável de aumentar a eficiência da adubação nitrogenada. Diante do exposto, objetivo desta pesquisa será avaliar em região de Cerrado de baixa altitude, o efeito de doses de nitrogênio associada à inoculação de sementes com A. brasilense, na concentração de nutrientes foliar, componentes de produção, produtividade e teor proteico de grãos de cultivares de cevada cervejeira. O experimento será realizado na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão da UNESP, Campus de Ilha Solteira/SP, em um LATOSSOLO VERMELHO Distrófico, textura argilosa. Será utilizado o delineamento em blocos casualizados com 15 tratamentos dispostos em fatorial 3 x 5, com quatro repetições. Os tratamentos serão: três cultivares de cevada (BRS Sampa; BRS Kalibre e KWS Irina), sendo estas cultivadas sem N e sem A. brasiliense (testemunha); com 100% da dose de N (80 kg ha-1 de N, na forma de ureia) recomendada para a cultura, em cobertura; 50% da dose de N (40 kg ha-1 de N) recomendada para a cultura; 50% da dose recomendada e com inoculação de A. brasiliense; e sem N em cobertura, mas com inoculação de A. brasiliense. Serão avaliados: a concentração foliar de nutrientes, o índice de clorofila foliar (ICF), a altura das plantas, o número de espigas por metro, a massa de 100 grãos, a massa hectolítrica, o número de grãos por espiga, a produtividade de grãos e palhada, o acúmulo de nitrogênio nos grãos e palhada, bem como o teor de proteína nos grãos e a porcentagem de germinação das sementes colhidas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.