Busca avançada
Ano de início
Entree

Fertilização do solo e dispersão de fungos micorrízicos por mamíferos na Mata Atlântica

Processo: 18/00212-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 24 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Leticia Bulascoschi Cagnoni
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/01986-0 - Consequências ecológicas da defaunação na Mata Atlântica, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/19700-6 - Efeitos da defaunação nos traços funcionais de plantas da Mata Atlântica, BE.EP.IC
Assunto(s):Fertilidade do solo   Propagação vegetal   Fungos micorrízicos   Animais herbívoros   Antas   Queixadas   Mata Atlântica   Florestas tropicais

Resumo

As florestas tropicais estão ameaçadas pela defaunação, perda de habitat, fragmentação e invasão de espécies exóticas. A perda de espécies e redução de populações podem afetar negativamente manutenção da funcionalidade das florestas. Grandes herbívoros são conhecidos por terem grande influência na dispersão de sementes, fertilização do solo e uma possível capacidade de dispersão de fungos micorrízicos responsáveis pela facilitação de germinação e aspectos fisiológicos de plântulas. Na região neotropical não existem estudos que testam empiricamente o efeito da extinção dos grandes herbívoros na fertilização do solo e na dispersão de esporos de fungos. O presente projeto propõe avaliar experimentalmente estes processos de fertilização do solo pelas queixadas (Tayassu pecari) e antas (Tapirus terrestris), bem como seu papel como dispersores de fungos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.