Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de plásticos biodegradáveis de proteínas por casting contínuo

Processo: 18/10133-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Francys Kley Vieira Moreira
Beneficiário:Matheus Nascimento Mattos
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Plásticos biodegradáveis   Polímeros (materiais)   Polímeros naturais   Filmes comestíveis   Propriedades termomecânicas   Espectroscopia   Casting

Resumo

O descarte inapropriado de plásticos não biodegradáveis no meio ambiente tem impulsiona o desenvolvimento de novos materiais a partir de polímeros naturais. As proteínas podem ser usadas na produção de filmes comestíveis e biodegradáveis. No entanto, ainda reside o desafio de se produzir filmes biodegradáveis de proteínas em larga escala uma vez que tais polímeros apresentam baixa estabilidade termomecânica, sendo, portanto, incompatíveis com os métodos convencionais de processamento de polímeros tais como a extrusão. O presente projeto propõe o desenvolvimento de filmes biodegradáveis de proteínas (glúten, albumina e caseína) utilizando o método casting contínuo. O objetivo principal é descrever a viabilidade técnica do casting contínuo na produção escalonada de filmes de glúten, albumina e caseína com propriedades mecânicas e de barreira adequadas para várias aplicações. Caracterizações reológicas serão realizadas nas soluções proteicas para delinear e otimizar as condições para obtenção dos filmes. Técnicas de caracterização incluindo espectroscopia FTIR, difratometria de raios-X e microscopia eletrônica de varredura serão empregadas para estudar a microestrutura dos filmes. Além disso, serão avaliadas as propriedades mecânicas, barreira ao vapor de água e óticas dos filmes em função do tipo de proteína, teor de plastificante (glicerol) e umidade relativa. Serão estabelecidas correlações entre as propriedades e microestrutura dos filmes com as condições de preparação das soluções e do casting contínuo. (AU)