Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações nos modos de variabilidade do Oceano Atlântico Sul e impactos sobre o clima da América do Sul sob o aspecto de mudanças climáticas

Processo: 18/06806-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Tercio Ambrizzi
Beneficiário:Anderson Augusto Bier
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/09659-6 - Variabilidade interanual dos transportes meridionais através da rede transatlântica SAMOC (SAMBAR), AP.TEM
Assunto(s):Mudança climática   Interação do oceano com a atmosfera   Temperatura da superfície do mar   Oceano Atlântico   América do Sul

Resumo

Nas últimas décadas tem sido verificada algumas alterações de certas propriedades do Oceano Atlântico, como a Temperatura de Superficie do Mar (TSM), da salinidade e as trocas de calor com a atmosfera, especialmente no hemisfério sul. Desta forma, meios importantes da interação entre o oceano-atmosfera em escala climática, como o principal modo de variabilidade acoplada do Oceano Atlântico, conhecido como Dipolo do Atlântico Sul, também estão sujeitos a mudanças. Um dos principais fatores responsáveis por estas alterações verificadas no Oceano Atlântico tem sido atrelado a um aumento do Vazamento das Agulhas, que estaria associado as mudanças climáticas desencadeadas por ações antropogênicas, gerando um aumento no transporte de águas relativamente mais quentes e salgadas do Oceano Índico para o Atlântico. Muitos estudos no âmbito da oceanografia sobre o Vazamento das Agulhas e seu impacto na circulação de revolvimento meridional do Oceano Atlântico vem sendo realizados. Porém pouco se sabe sobre quais são os impactos, através de interações oceano-atmosfera, sobre a dinâmica do clima de todo o globo, ou como estes impactos têm evoluido ao longo do tempo ou mesmo como evoluirão sob os aspectos do aquecimento global futuro. Este trabalho se propõe a investigar os impactos das alterações do Oceano Atlântico sobre o clima, mais especificamente sobre o continente sul-americano, através da análise dos modos de variabilidade acoplada do Oceano Atlântico Sul e suas relações com o clima no continente sob a perspectiva de mudanças climáticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDERSON AUGUSTO BIER; SIMONE EROTILDES TELEGINSKI FERRAZ; TERCIO AMBRIZZI. Summer dry events on synoptic and intraseasonal timescales in the Southeast Region of Brazil. ATMOSFERA, v. 36, n. 1, p. 57-76, . (14/50848-9, 17/09659-6, 18/06806-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.