Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimulação farmacogenética dos neurônios do núcleo tegmental pedunculopontino que se projetam para o núcleo parabraquial lateral: efeitos na atividade respiratória e no sono

Processo: 18/12834-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Thiago dos Santos Moreira
Beneficiário:Janayna Dias Lima
Supervisor no Exterior: Clifford Saper
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/01380-2 - Interação entre o núcleo tegmental pedúnculo pontino e centros respiratórios bulbares na modulação do padrão respiratório, BP.DD
Assunto(s):Neurofisiologia

Resumo

O núcleo tegmental pedunculopontino (PPTg) é considerado um núcleo importante na região mesopontina e possui funções importantes. Esses neurônios exibem atividade dependente do estado de sono-vigília e são conhecidos por participarem de uma gama de funções reguladoras, incluindo o controle da respiração. Trabalhos anteriores demonstram as projeções eferentes de neurônios do PPTg, essas projeções são variadas e podem influenciar a atividade cortical e os estados de sono / vigília. Resultados do nosso laboratório mostraram que a estimulação glutamatérgica do PPTg foi capaz de aumentar a atividade respiratória, enquanto a estimulação colinérgica foi capaz de reduzir a atividade respiratória. Nossos dados neuroanatômicos mostraram que o PPTg possui projeção para várias regiões do tronco encefálico, dentre elas o núcleo retrotrapezóide, a raphe pallidus, o Kölliker Fuse (KF) e o núcleo parabraquial lateral (NPBL). O NPBL é muito importante para informações sensoriais da amígdala, tálamo, hipotálamo e outros núcleos e tem projeções eferentes que inervam os neurônios envolvidos no controle respiratório. Estudos demonstraram que o NBPL é importante para as respostas ventilatórias à hipercapnia e/ou à hipóxia e também está envolvido na resposta do despertar ao CO2. Nossa principal hipótese é que os neurônios do PPTg podem ser importantes para transmitir sinais à região do NPBL e modular a atividade cardiorrespiratória. O objetivo deste estudo é avaliar em camundongos livres de anestesia se a ativação seletiva de neurônios do PPTg que se projetam ao NPBL produz alterações respiratórias e se essas alterações são dependentes de algum estado específico da atividade cerebral. Esse estudo irá identificar componentes importantes da via neural envolvidos no controle da respiração, fornecendo também uma nova informação para a compreensão da base molecular do controle da respiração dependente do estado sono-vigília.