Busca avançada
Ano de início
Entree

Transição de fases juvenil-reprodutiva em Passiflora organensis (Passifloraceae, Decaloba)

Processo: 18/12853-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Adriana Pinheiro Martinelli
Beneficiário:Tatiana de Souza Moraes
Supervisor no Exterior: Richard Geerhard Herman Immink
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Wageningen University, Holanda  
Vinculado à bolsa:15/25633-1 - Transição de fases juvenil-reprodutiva em Passiflora organensis (Passifloraceae, Decaloba), BP.DR
Assunto(s):Interação proteína-proteína   Passiflora   Floração   Leveduras   Fosfatidiletanolaminas   Desenvolvimento vegetal

Resumo

Estudos sobre interações proteína-proteína podem ajudar a entender a função das proteínas e os mecanismos moleculares subjacentes as suas atividades. O sistema de duplo hibrido é um método poderoso para desvendar e identificar a composição de complexos proteicos. Os genes pertencentes a família FT/TFL1 codificam proteínas similares as proteínas de ligação a fosfatidiletanolamina (PEBP). Essas proteínas precisam interagir com fatores de transcrição específicos (TFs) para desempenhar suas funções biológicas durante as transições de fase do desenvolvimento vegetal. A familia bZIP (basic region/leucine zipper) e a família TCP (Teosinte branched1/Cycloidea/Proliferating cell factor) são duas famílias de genes que codificam TF que formam complexos únicos com as proteínas FT/TFL1. Em angiospermas, os genes da família FT/TFL1 são responsáveis por eventos-chave na transição de fase juvenil-reprodutiva, atuando como ativadores ou repressores do florescimento. Além disso, estão envolvidos em vários processos biológicos, como: controle do florescimento, arquitetura da planta e germinação das sementes. Um dos objetivos do projeto de pesquisa principal, referente à bolsa no país, é entender os mecanismos moleculares envolvidos na transição de fases juvenil-reprodutiva em Passiflora organensis, uma pequena trepadeira herbácea, com um genoma de aproximadamente 210 Mbp. Durante a primeira parte do programa de doutorado, identificamos os genes ortólogos pertencentes a família FT/TFL1 em Passiflora organensis e analisamos seus padrões de expressão. Este projeto de pesquisa (BEPE) tem como objetivo validar a atividade das proteínas codificadas pelos genes pertencentes à família FT/TFL1 em P. organenis, analisando suas interações com outras proteínas codificadas pelas genes das famílias bZIP e TCP. Os resultados desta pesquisa são fundamentais para completar a caracterização da atividade do gene FT/TFL1 em Passiflora organensis e selecionar os membros certos dessa família para enfocar futuras pesquisas e aplicações. (AU)