Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos mecanismos moleculares envolvidos no efeito antidepressivo rápido e sustentado induzidos pelo canabidiol

Processo: 18/12119-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 29 de setembro de 2018
Vigência (Término): 28 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Sâmia Regiane Lourenço Joca
Beneficiário:Gabriela Pandini Silote
Supervisor no Exterior: Gregers Wegener
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Aarhus University, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:17/26815-1 - Investigação do envolvimento da via BDNF-TrkB no mecanismo de ação do efeito tipo-antidepressivo rápido e sustentado induzido pelo canabidiol, BP.DR
Assunto(s):Canabidiol

Resumo

A depressão é um transtorno psiquiátrico debilitante e incapacitante. A disfunção no córtex pré-frontal (CPF) foi relacionada à depressão. A Ketamina é um fármaco importante que produz efeito antidepressivo rápido e sustentado, o que parece envolver a ativação do BDNF-TrkB-mTOR, com subsequente ativação do MEK e PI3K, o que desencadeia aumento da sinaptogênese. Nós mostramos, recentemente, que o canabidiol (CBD), um canabinoide sem efeito psicoestimulante, também mostrou efeito antidepressivo rápido e sustentado em modelo pré-clínico. O mecanismo responsável por este efeito parece envolver o rápido aumento do BDNF e das proteínas sinápticas, bem como a arborização dendrítica no CPF. No entanto, não é conhecido os mecanismos que desencadeiam os efeitos neuroplásticos. Desde então alguns efeitos comportamentais do CBD estão relacionados com activação dos receptores 5-HT1A e/ou CB1, o objetivo desse estudo é investigar se se os efeitos neuroplásticos rápidos induzidos pelo CBD poderia ser mediado pela sinalização dos receptor 5-HT1A e/ou CB1 com subsequente ativação da via de BDNF-TrkB-mTOR e aumento da sinaptogênese no CPF. Além disso, nós iremos investigar se o CBD compartilha mecanismos de ação comuns aos desencadeados pela ketamina nos efeitos comportamentais e neuroplásticos.