Busca avançada
Ano de início
Entree

A participação da corporeidade nos processos perceptivos: contrapontos entre Gurwitsch e Merleau-Ponty.

Processo: 17/15348-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 02 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Danilo Saretta Verissimo
Beneficiário:Pedro Henrique Santos Decanini Marangoni
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/11870-2 - A estruturação autóctone do sentido perceptivo: dissonâncias entre Merleau-Ponty e Gurwitsch, BE.EP.DR
Assunto(s):História da psicologia   Maurice Merleau-Ponty   Percepção   Corpo

Resumo

Nosso objetivo é analisar e discutir o lugar ocupado pela corporeidade na teoria da atenção de Aron Gurwitsch (1901-1973), interrogando suas teses a partir da fenomenologia da percepção de Maurice Merleau-Ponty (1908-1961). Em um primeiro momento, trata-se de investigar o tema da atenção no interior da teoria do campo de consciência, tendo como interesse específico a forma como Gurwitsch discorre sobre a existência encarnada em sua teoria da margem da consciência. A margem constitui uma das dimensões do campo de consciência, além do tema e do contexto temático, e é integrada por três ordens de existência: o fluxo de consciência, o mundo circundante e a existência encarnada. Essas ordens sempre acompanham qualquer atividade temática e, no entanto, segundo Gurwitsch, são irrelevantes materialmente para o processo temático. Em uma segunda etapa, questionamos esta contribuição eminentemente negativa da margem ao tema, tomando as reflexões de Merleau-Ponty acerca do corpo como eixo crítico. No contraponto, a própria tese da centralidade da corporeidade na experiência perceptiva, defendida por Merleau-Ponty, em Fenomenologia da Percepção, poderá ser analisada criticamente. Este projeto configura uma pesquisa conceitual. Propomos um nível de análise que se funda na interlocução entre Gurwitsch e Merleau-Ponty, com destaque para as tensões existentes na formulação do problema da organização do campo percebido e sua relação com a experiência do corpo. A descrição da natureza dessa relação nos permite abordar temas cruciais concernentes ao campo da psicologia do desenvolvimento, das ciências cognitivas e da filosofia da mente, tais como o papel da autoconsciência, da intersubjetividade e da ação na organização da vida subjetiva.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)