Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos hemodinâmicos e eletrocardiográficos de diferentes combinações de midazolam e opióides em cães saudáveis

Processo: 18/11947-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Beatriz Perez Floriano
Beneficiário:Mariana de Andrade Ferreira
Instituição-sede: Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO). Fundação Educacional Miguel Mofarrej. Ourinhos , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Eletrocardiografia   Cães   Analgésicos opioides

Resumo

Os opioides, juntamente com os benzodiazepínicos são fármacos amplamente empregados nos protocolos de sedações do cotidiano, visando amenizar estresse, dor e desconforto nos períodos pré-operatórios. A metadona e o fentanil são opioides que possuem particularidades capazes de causar alterações cardiovasculares, diferentemente da morfina e butorfanol, que são fármacos da mesma classe, mas que não causam alterações significativas no mesmo sistema. O presente estudo objetiva comparar as alterações cardiovasculares de cães sedados por via intramuscular com midazolam associado a diferentes opioides. Serão utilizados 24 cães saudáveis alocados em quatro grupos de seis animais, que serão submetidos à sedação com uma combinação de midazolam e morfina (GMOR), metadona (GMET), butorfanol (GBUT) ou fentanil (GFEN). As avaliações serão realizadas antes (MB) e 20 minutos após a sedação (MS). A pressão arterial média será obtida por meio de método oscilométrico. A frequência cardíaca será obtida por meio de exame eletrocardiográfico, ao passo que o índice cardíaco será obtido por meio do ecocardiograma. Em seguida, serão calculados o índice de trabalho ventricular esquerdo e o índice de resistência periférica total. Os dados serão analisados quanto à distribuição pelo teste de Kolmogorov-Smirnov e as comparações entre grupos e momentos serão realizadas por meio de análise de variância ou teste de Kruskal-Wallis, seguidos de teste de Tukey ou teste de Dunn, sob 5% de significância. O projeto foi delineado para ser executado no prazo de 12 meses e os resultados serão divulgados por meio de publicação em periódico e apresentação em eventos científicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.