Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e caracterização de partículas de fosfato de cálcio substituído por estrôncio e seu efeito na mineralização da dentina

Processo: 18/10656-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Ana Paula Ramos
Beneficiário:Tamires Maira Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dentina   Dentifrícios   Remineralização dentária   Estrôncio   Fosfatos   Hidroxiapatita   Mineralização   In vivo

Resumo

Esse projeto visa à obtenção de partículas de hidroxiapatita (HAp), nas quais os íons Ca2+ serão substituídos por Sr2+ em diferentes razões molares. O Sr2+ pode substituir Ca2+ na estrutura da HAp devido a semelhança de carga e tamanho entre esses dois íons. Além disso, a presença de estrôncio esta associada in vivo ao controle de reabsorção e aumento de formação óssea. Este íon é geralmente administrado a pacientes na forma de Ranelato de Estrôncio, um fármaco utilizado em tratamentos contra a osteoporose. Problemas como a hipersensibilidade dos dentes está presente em um percentual elevado da população. Ainda, o estrôncio na forma de acetato já é utilizado em formulações de dentifrícios dessensibilizantes, que promovem mineralização dos túbulos dentinários. Desta forma, neste projeto é proposta a síntese de nanopatículas de HAp, principal componente mineral de ossos e de esmalte dentinário, substituída com Sr2+ visando aplicações no processo de remineralização da dentina. Para a obtenção de nanopartículas de HAp substituídas com Sr2+ serão utilizadas soluções de Ca/Sr nas razões molares de 0,1, 0,01 e 0,05 e a cada uma dessas soluções serão adicionadas soluções de H3PO4 com elevação rápida do pH, de modo que Ca+Sr/P seja igual a 1,67. As partículas serão caracterizadas quanto à composição química e morfologia por meio de FTIR, MEV, DRX e EDX. Após a obtenção e caracterização das partículas será feita a aplicação tópica dessas a discos de dentina desmineralizados para o estudo sobre a remineralização dentinária em colaboração com a Profa. Alma Blácido, da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto. Espera-se ao final do projeto avaliar a influência da concentração de Sr2+ nas partículas de HAp no processo de remineralização e obstrução dos túbulos dentinários.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)