Busca avançada
Ano de início
Entree

A coleção jesuíta do Collegium Romanum: circulação de objetos entre as ações missionárias e práticas colecionistas da alta idade moderna

Processo: 18/09730-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ana Paula Torres Megiani
Beneficiário:Carolina Vaz de Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/21595-9 - A coleção jesuíta do Collegium Romanum: mapeamento da circulação de objetos entre atividades missionárias e práticas colecionistas na correspondência de Athanasius Kircher, BE.EP.MS
Assunto(s):História da cultura   Colecionismo   Jesuítas   Cultura material

Resumo

O projeto de pesquisa ora apresentado tem como objeto a coleção do Collegium Romanum sob os cuidados do padre jesuíta Athanasius Kircher, no período entre 1651 a 1680. Propõe a investigação da circulação global de elementos da cultura material na interseção entre as práticas colecionistas da Alta Idade Moderna e as ações missionárias da Companhia de Jesus. Adotando uma perspectiva de Estudo da Cultura Material em diálogo com as discussões do campo da História das Coleções, a intenção é acompanhar objetos em seus deslocamentos, ao chegarem e saírem da coleção supramencionada, buscando delinear redes de relações sociais e significados que os envolveram. Pretende-se, assim, aproximar de questões frequentemente aludidas nos estudos sobre o período, porém pouco aprofundadas, tais como: a natureza dos objetos que circulavam nas redes resultantes das conexões entre práticas colecionistas modernas e práticas missionárias jesuítas; a identificação de lugares e pessoas conectados pelas rotas delineadas nas trajetórias de tais objetos; fatores envolvidos na determinação dos objetos, pessoas e lugares participantes desses intercâmbios; e as mudanças na materialidade, nos usos e nos significados desses objetos em seus trânsitos. As principais fontes documentais mobilizadas no estudo serão dois catálogos da coleção, publicados em 1678 e 1709, e cartas escritas e recebidas por Athanasius Kircher, que serão usados no esforço identificar objetos e mapear seus deslocamentos na chegada e saída da coleção sob a guarda de Kircher. (AU)