Busca avançada
Ano de início
Entree

Grão de milho inteiro como fonte de fibra na dieta de bezerros leiteiros: efeitos no desempenho, desenvolvimento ruminal e metabolismo

Processo: 18/01248-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carla Maris Machado Bittar
Beneficiário:Ariany Faria de Toledo
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/04650-6 - Utilização de ácidos graxos voláteis de cadeia ramificada por microrganismos do rúmen com diferentes condições dietéticas em culturas de fluxo duplo, BE.EP.MS
Assunto(s):Criação animal

Resumo

O objetivo do estudo será avaliar a suplementação com grão de milho inteiro como fonte de fibra sobre o desempenho, metabolismo e desenvolvimento ruminal na dieta sólida inicial de bezerros leiteiros da raça Holandesa. Serão utilizados 36 animais da raça holandesa em delineamento de blocos completos casualizados, considerando o peso dos bezerros aos 28d, quando se inicia a suplementação. Os animais serão alojados em casinhas tropicais e divididos em três tratamentos: 1) concentrado inicial, 2) concentrado inicial com a suplementação de grão de milho inteiro a partir dos 28d de vida e 3) concentrado inicial com a suplementação de feno, a partir dos 28d de vida. A duração do experimento será de 84 dias, sendo os primeiros 28 dias de vida destinados a adaptação, quando os animais receberão 6 litros de leite integral por dia e a dieta sólida convencional. Após esse período o volume de leite será reduzido 4 litros de leite integral por dia durante 28 dias juntamente com e a dieta sólida contendo o concentrado convencional exclusivamente ou com a suplementação de grão de milho inteiro ou feno. Aos 56 dias de vida os animais serão desaleitados e avaliados por mais um período de 28 dias, quando os animais do tratamento controle também passarão a receber feno à vontade. Para a avaliação do desenvolvimento corporal será realizada pesagem semanal em balança mecânica e também serão aferidas medidas corporais: altura de cernelha, largura de garupa e circunferência torácica. Semanalmente serão coletadas amostras de sangue para análise de indicadores metabólicos para desenvolvimento ruminal. Nas semanas 4, 6, 8, 10 e 12 de vida serão coletadas amostras de fluído ruminal, utilizando-se sonda oro-esofágica 2h após o fornecimento da dieta, para determinação de pH ruminal, e as concentrações de ácidos graxos de cadeia curta e N-amoniacal. Amostras de fezes serão coletadas nas semanas 4, 6, 8, 10 e 12 de vida para aferição de pH fecal e posteriores análises de amido fecal. Aos 56d (desaleitamento) serão escolhidos aleatoriamente 4 animais por tratamento para serem abatidos. Os rúmens de todos os animais serão esvaziados, lavados e pesados. Posteriormente, serão coletadas amostras do saco ventral do epitélio ruminal de cada animal, para então se determinar o número médio de papilas, a área de superfície absortiva, a área média e altura das papilas, espessura da camada de queratina e índice mitótico na camada basal. Os compartimentos do intestino grosso serão separados, limpos com água corrente e classificados conforme a incidência de lesões, com base em uma escala de 0 (sem lesões) a 10 (lesões ulcerativas por todo o ceco). Os dados serão analisados como medidas repetidas no tempo através do PROC MIXED do pacote estatístico SAS (version 9.0, SAS Institute Inc., Cary, NC). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOLEDO, A. F.; DA SILVA, A. P.; POCZYNEK, M.; COELHO, M. G.; SILVA, M. D.; POLIZEL, D. M.; REIS, M. E.; VIRGINIO, JR., G. F.; MILLEN, D. D.; BITTAR, C. M. M. Whole-flint corn grain or tropical grass hay free choice in the diet of dairy calves. JOURNAL OF DAIRY SCIENCE, v. 103, n. 11, p. 10083-10098, NOV 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.