Busca avançada
Ano de início
Entree

Grão de milho inteiro como fonte de fibra na dieta de bezerros leiteiros: efeitos no desempenho, desenvolvimento ruminal e metabolismo

Processo: 18/01248-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carla Maris Machado Bittar
Beneficiário:Ariany Faria de Toledo
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/04650-6 - Utilização de ácidos graxos voláteis de cadeia ramificada por microrganismos do rúmen com diferentes condições dietéticas em culturas de fluxo duplo, BE.EP.MS
Assunto(s):Criação animal

Resumo

O objetivo do estudo será avaliar a suplementação com grão de milho inteiro como fonte de fibra sobre o desempenho, metabolismo e desenvolvimento ruminal na dieta sólida inicial de bezerros leiteiros da raça Holandesa. Serão utilizados 36 animais da raça holandesa em delineamento de blocos completos casualizados, considerando o peso dos bezerros aos 28d, quando se inicia a suplementação. Os animais serão alojados em casinhas tropicais e divididos em três tratamentos: 1) concentrado inicial, 2) concentrado inicial com a suplementação de grão de milho inteiro a partir dos 28d de vida e 3) concentrado inicial com a suplementação de feno, a partir dos 28d de vida. A duração do experimento será de 84 dias, sendo os primeiros 28 dias de vida destinados a adaptação, quando os animais receberão 6 litros de leite integral por dia e a dieta sólida convencional. Após esse período o volume de leite será reduzido 4 litros de leite integral por dia durante 28 dias juntamente com e a dieta sólida contendo o concentrado convencional exclusivamente ou com a suplementação de grão de milho inteiro ou feno. Aos 56 dias de vida os animais serão desaleitados e avaliados por mais um período de 28 dias, quando os animais do tratamento controle também passarão a receber feno à vontade. Para a avaliação do desenvolvimento corporal será realizada pesagem semanal em balança mecânica e também serão aferidas medidas corporais: altura de cernelha, largura de garupa e circunferência torácica. Semanalmente serão coletadas amostras de sangue para análise de indicadores metabólicos para desenvolvimento ruminal. Nas semanas 4, 6, 8, 10 e 12 de vida serão coletadas amostras de fluído ruminal, utilizando-se sonda oro-esofágica 2h após o fornecimento da dieta, para determinação de pH ruminal, e as concentrações de ácidos graxos de cadeia curta e N-amoniacal. Amostras de fezes serão coletadas nas semanas 4, 6, 8, 10 e 12 de vida para aferição de pH fecal e posteriores análises de amido fecal. Aos 56d (desaleitamento) serão escolhidos aleatoriamente 4 animais por tratamento para serem abatidos. Os rúmens de todos os animais serão esvaziados, lavados e pesados. Posteriormente, serão coletadas amostras do saco ventral do epitélio ruminal de cada animal, para então se determinar o número médio de papilas, a área de superfície absortiva, a área média e altura das papilas, espessura da camada de queratina e índice mitótico na camada basal. Os compartimentos do intestino grosso serão separados, limpos com água corrente e classificados conforme a incidência de lesões, com base em uma escala de 0 (sem lesões) a 10 (lesões ulcerativas por todo o ceco). Os dados serão analisados como medidas repetidas no tempo através do PROC MIXED do pacote estatístico SAS (version 9.0, SAS Institute Inc., Cary, NC). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOLEDO, A. F.; DA SILVA, A. P.; POCZYNEK, M.; COELHO, M. G.; SILVA, M. D.; POLIZEL, D. M.; REIS, M. E.; VIRGINIO, JR., G. F.; MILLEN, D. D.; BITTAR, C. M. M. Whole-flint corn grain or tropical grass hay free choice in the diet of dairy calves. JOURNAL OF DAIRY SCIENCE, v. 103, n. 11, p. 10083-10098, NOV 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.