Busca avançada
Ano de início
Entree

Salicilatos na indução de resistência, germinação e desenvolvimento inicial in vitro e ex vitro de tomateiro

Processo: 18/07122-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Jean Carlos Cardoso
Beneficiário:Bárbara Samantha de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido salicílico   Horticultura   Fitotoxicidade   Ácido acetilsalicílico   Desenvolvimento   Solanum lycopersicum

Resumo

O tomate (Solanum lycopersicum) é uma cultura olerícola com grande destaque no mercado mundial. Contudo, a dificuldade no cultivo, principalmente em relação a grande quantidade de insumos necessários para a obtenção de altas produtividades, em especial agrotóxicos e fertilizantes, é um fator que necessita melhoria visando a maior sustentabilidade do sistema produtivo. Uma das causas que contribuem para esse processo é a alta susceptibilidade dos genótipos de tomateiros a pragas e doenças, dificultando o cultivo dessa espécie em sistemas orgânicos. A utilização de salicilatos pode contribuir para esta sustentabilidade, melhorando a resistência das plantas a fatores bióticos e abióticos. Com esse objetivo, o presente trabalho pretende testar os salicilatos ácido salicílico, ácido acetilsalicílico, além dos produtos comerciais Bion® e Aspirina®, e seus efeitos sobre a germinação e desenvolvimento vegetativo inicial de tomateiros, bem como avaliar seu efeito da indução de resistência em mudas de tomateiros ao fungo fitopatogênico Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici. Esse projeto poderá sustentar futuros trabalhos com aplicação desses produtos na Horticultura sustentável.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.