Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da interação de proteínas de Leptospira interrogans aos componentes do hospedeiro por meio da construção de Leptospira biflexa recombinante

Processo: 18/09652-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Lucia Tabet Oller Do Nascimento
Beneficiário:Leandro Toshio Kochi
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50981-0 - Busca de proteínas de superfície nas sequências do genoma da Leptospira interrogans: caracterização funcional e imunológica para o entendimento de mecanismos envolvidos na patogênese de bactéria, AP.TEM
Assunto(s):Genômica funcional   Expressão de proteínas   Proteínas da membrana   Leptospirose   Leptospira

Resumo

Leptospirose é uma doença infecciosa aguda de importância mundial e considerada como uma das doenças tropicais negligenciadas. A doença é causada por bactérias patogênicas do gênero Leptospira e afeta diversos mamíferos, incluindo o homem. Até o presente momento não existe uma vacina eficaz contra a doença, a qual possui grande importância socioeconômica principalmente nos países tropicais em desenvolvimento. O combate à leptospirose torna-se mais dificultado uma vez que a biologia do patógeno ainda não é totalmente esclarecida. Diversos grupos de pesquisa buscam entender melhor os mecanismos de patogenicidade e desenvolvimento de uma vacina eficaz avaliando potenciais candidatos, que em geral são proteínas de membrana externa conservadas em diferentes espécies de leptospiras patogênicas. Esta caracterização é feita geralmente por meio da expressão e purificação de proteínas recombinantes, que muitas vezes pode não espelhar o que ocorre in vivo. Deste modo, desenvolver linhagens recombinantes tem sido uma alternativa viável. Neste sentido, o presente projeto propõe a construção de linhagens recombinantes de L. biflexa (saprofítica) que expressem as proteínas de interesse, codificadas pelos genes LIC11711 e LIC12587 de L. interrogans, cujas contrapartes recombinantes demonstraram interações significativas com componentes do hospedeiro, in vitro. A expressão das proteínas na cepa saprofítica possibilitará a validação funcional destas como possíveis ligantes a componentes do hospedeiro e o entendimento dos papeis nos mecanismos de patogenicidade e possíveis candidatos vacinais. Inicialmente serão feitas construções utilizando o plasmídeo pMaOri e os genes de interesse, previamente fusionados com o promotor do gene lipL32. A L. biflexa será transformada com as construções plasmidiais para a expressão das proteínas. Serão realizados ensaios de localização celular e ensaios de interação da L. biflexa recombinante com os componentes do hospedeiro. Hamsters serão imunizados com as proteínas recombinantes ou as bactérias recombinantes e desafiados para avaliação da proteção imune fornecida por estas elaborações vacinais.