Busca avançada
Ano de início
Entree

Stresscan: monitoramento fisiológico e interativo de plantas

Processo: 18/13970-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Agrometeorologia
Pesquisador responsável:Gustavo Francisco Rosalin Saraiva
Beneficiário:Gustavo Francisco Rosalin Saraiva
Empresa:Stresscan Agrobusiness Intelligence Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Vinculado ao auxílio:17/15204-1 - Stresscan - monitoramento fisiológico e interativo de plantas, AP.PIPE
Assunto(s):Redes de monitoramento   Estresse em plantas   Metabolismo vegetal   Produção vegetal   Sensores   Aplicativos móveis   Internet das coisas

Resumo

A Agricultura vive um aumento de tecnologias associadas a cadeia produtiva. No entanto, a aplicação das tecnologias atuais não supera um dos grandes problemas da Agricultura, que é o desperdício, ou mal-uso, dos recursos. Em todos os elos da cadeia produtiva há grandes perdas, sendo um deles o imenso volume de água utilizado inadequadamente em sistemas de irrigações. Dentro desse contexto, tecnologias que visem a melhor eficiência no uso dos recursos tem um papel fundamental, visto que a demanda por recursos será cada vez maior. O objetivo desse projeto é criar um sistema interativo de monitoramento fisiológico de plantas, que possibilitará maior aproximação e controle do usuário com sua plantação. Será desenvolvido uma estação de sensores que se comunicará com o usuário através de um aplicativo. No aplicativo serão empregadas duas abordagens para acesso às informações: plataforma digital e chatbot. A plataforma reúne todos os dados coletados e os apresenta na forma de gráficos e relatórios, visando uma abordagem mais técnica da ferramenta. O chatbot permitirá ao usuário interagir com a estação de sensores, recebendo alertas e informações sobre o clima e sobre status fisiológico da planta. Essa tecnologia vai permitir uma interação amigável e clara do usuário com sua planta, onde a planta poderá informar seu estado fisiológico e suas necessidades quanto a irrigação, enviando avisos e alertas ao usuário. Serão coletados dados de temperatura e umidade de ar e solo e temperatura foliar das plantas. Segundo pesquisas, a temperatura foliar é um indicador confiável de estresse em plantas, por isso será utilizada como referência fisiológica da planta. O [...] é baseado no conceito de IoT (Internet of Things) em português Internet das Coisas, oferecendo informações em tempo real sobre as condições e necessidades de plantações para se utilizar na tomada de decisão com relação a irrigação e demais necessidades do produtor. O protótipo da estação de sensores será desenvolvido utilizando tecnologia de medição baseado no sistema Atmega® e um sistema de processamento acoplado a um sistema computacional. A transmissão dos dados da estação será via rede sem fio Wi-Fi e a alimentação de energia elétrica da estação será feita por uma placa solar fotovoltaica. Como resultados espera-se desenvolver a estação de monitoramento fisiológica e climática a preço acessível e justo, utilizando componentes e sensores de alta precisão e a melhor relação custo-benefício. Desta forma será possível fornecer ao usuário um monitoramento mais adequado de suas plantas. As tecnologias utilizadas na construção do aplicativo possibilitarão que o sistema adquira um padrão de inteligência. Os dados coletados pelos sensores ficarão armazenados e serão utilizados para criar novos modelos computacionais possibilitando que as respostas e alertas de estresse alcancem progressivamente mais eficiência. Propomos um novo modelo de Agricultura, onde a planta indique suas necessidades reais de recursos, gerando maior eficiência no uso dos recursos, evitando desperdícios e gerando aumento de produtividade. STRESSCAN é uma solução tecnológica sob o conceito de IoT (Internet of Things) Internet das coisas, que visa modificar a relação das pessoas com as plantas, pois compreender e levar em conta o metabolismo vegetal nas tomadas de decisões é fundamental para os processos de produção vegetal. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.