Busca avançada
Ano de início
Entree

Função fisiológica e origem dos esferulócitos no ouriço-do-mar Paracentrotus lividus (Echinodermata: Echinoidea).

Processo: 18/14497-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de setembro de 2018
Vigência (Término): 14 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Márcio Reis Custódio
Beneficiário:Vinicius Queiroz Araújo
Supervisor no Exterior: Vincenzo Arizza
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Università degli Studi di Palermo (UNIPA), Itália  
Vinculado à bolsa:15/21460-5 - Função fisiológica, composição química e ontogenia dos esferulócitos em Echinoidea (Echinodermata)., BP.DR
Assunto(s):Ouriços-do-mar   Echinodermata

Resumo

Nos vertebrados, as células do sangue realizam funções fisiológicas e imunológicas muito importantes. Nestes animais, especialmente em mamíferos, o nível de conhecimento é alto e os aspectos básicos são bem conhecidos. Em relação aos invertebrados a situação é diferente. Para estes organismos, o tecido correspondente ao sangue é o fluido celômico ou a hemocele (dependendo do grupo), cujas células (celomócitos ou hemócitos) desempenham funções relacionadas. No entanto, muito pouco se sabe sobre os papéis específicos dessas células. Nos equinodermos, apenas o fagócito tem sido profundamente estudado, e os outros tipos de células, como os esferulócitos, têm sido objeto de pouquíssimos estudos, mesmo nos modelos mais estudados de equinodermos. Assim, o presente projeto visa investigar as funções fisiológicas dos esferulócitos no ouriço do mar Mediterrâneo Paracentrotus lividus. Esta espécie será utilizada, cujas subpopulações de esferulócitos serão identificadas e caracterizadas. Além disso, serão realizados experimentos para averiguar os prováveis papéis fisiológicos e determinar os possíveis locais de origem desses celomócitos. Para atingir esses objetivos, procedimentos como histologia, microscopia eletrônica, imunohistoquímica e cultura larval serão realizados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHIARAMONTE, MARCO; ARIZZA, VINCENZO; LA ROSA, SIMONA; QUEIROZ, VINICIUS; MAURO, MANUELA; VAZZANA, MIRELLA; INGUGLIA, LUIGI. Allograft Inflammatory Factor AIF-1: early immune response in the Mediterranean sea urchin Paracentrotus lividus. ZOOLOGY, v. 142, OCT 2020. Citações Web of Science: 1.
NOGUEIRA, MARCOS M.; NEVES, ELIZABETH; QUEIROZ, VINICIUS; JOHNSSON, RODRIGO. Does coral morpholoy influence the richness and abundance of associated ophiuroids? An evaluation of differences in habitat structure provided by Mussismilia corals. CAHIERS DE BIOLOGIE MARINE, v. 61, n. 2, p. 219-227, 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.