Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de novos peptídeos salivares para tratamento da candidíase oral

Processo: 18/13904-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 03 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Janaina Habib Jorge
Beneficiário:Cláudia Viviane Guimarães Pellissari
Supervisor no Exterior: Walter Luiz Siqueira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Western University , Canadá  
Vinculado à bolsa:15/06016-1 - Atividade antifúngica e citotoxicidade, em co-cultura, de biomateriais revestidos com nanopartículas de chitosan contendo moléculas de proteínas salivares, histatin 1, histatin 5 ou DR9RR14 encapsuladas, BP.DR
Assunto(s):Próteses e implantes   Saliva   Peptídeos

Resumo

Considerando que o sistema de defesa do hospedeiro e os tratamentos antimicrobianos convencionais não são totalmente eficazes contra microorganismos patogênicos, o uso de peptídeos modificados é bastante motivador. Assim, o objetivo deste estudo será avaliar o efeito potencial de peptídeos que ocorrem naturalmente na saliva (RR14 e DR9) e um peptídeo híbrido (DR9-RR14) no revestimento da mucosa oral para proteger as células epiteliais contra a colonização por C. albicans, com uma abordagem inovadora de tratamento para candidíase oral em tecido reconstruído humano. Uma película formada pelos peptídeos e subsequente formação de biofilme de 48 horas serão realizadas em epitélio oral humano reconstruído (HOE), de acordo com os grupos experimentais. Para a formação da película, os grupos de controle serão incubados com PBS e grupos experimentais com peptídeos numa concentração de IC50 de acordo com o Killing assay. Após o crescimento do biofilme, os tecidos do HOE serão fixados imediatamente. Avaliações histológicas e morfológicas utilizando ensaios de hematoxilina e eosina (H & E) e ácido periódico de Schiff (PAS) serão realizadas. Para determinar a apoptose celular, a marcação terminal da extremidade de entupimento de desoxinucleotidil transferase dUTP (TUNEL) será analisada através de fluorescência utilizando o kit de detecção de morte celular in situ (Roche, West Sussex, Reino Unido) e as secções de HOE serão fotografadas sob o microscópio de fluorescência. Os testes estatísticos serão definidos com base nos fatores de variação dos experimentos e na distribuição dos dados e homocedasticidade. O nível de significância será estabelecido em 5%.Relevância e Importância Clínica: Desenvolver peptídeos antimicrobianos com características de amplo espectro também é especialmente atraente, pois múltiplos patógenos poderiam ser potencialmente direcionados com um tratamento que possui atividade antibacteriana, antiviral ou antifúngica. Assim, em combinação, os peptídeos têm o potencial de reduzir a taxa de emergência de micróbios resistentes, uma vez que a pressão seletiva se afasta de um alvo molecular específico.