Busca avançada
Ano de início
Entree

Fronteiras de pesquisa em geociências e Política Científica e Tecnológica: a experiência do IG-UNICAMP

Processo: 18/06839-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Carlos Roberto de Souza Filho
Beneficiário:Paula Penedo Pontes de Carvalho
Instituição-sede: Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil  
Assunto(s):Geociências   Política científica e tecnológica

Resumo

Os avanços obtidos desde o século passado pela ciência e tecnologia vêm desempenhando um papel cada vez maior no cotidiano da população, constituindo elemento chave na vida contemporânea e impactando de forma inegável a qualidade de vida das pessoas. Devido a isso, falar sobre esses temas com o público não especializado e disseminar os conhecimentos produzidos a partir das atividades de pesquisa tem se mostrado essencial para permitir que o cidadão se aproprie dessas conhecimentos e participe efetivamente dos processos democráticos. Com base nisso, o presente proposta tem como objetivo realizar a divulgação jornalística das pesquisas e demais atividades desenvolvidas dentro do Instituto de Geociências (IG) da Unicamp, no âmbito de seus três departamentos: o de Geografia, o de Geologia e Recursos Naturais e o de Política Científica e Tecnológica, em áreas como sensoriamento remoto, prospecção mineral, políticas de ciência, e tecnologia, sistemas de inovação, evolução de terrenos brasileiros, cartografias de uso de territórios, entre outros. O projeto justifica-se a partir do entendimento de que a mídia de massas representa um local onde diversos debates tomam forma antes de se tornarem prioridade de pesquisa e também uma arena onde a ciência e a tecnologia justificam seus investimentos, fazendo com que a comunidade acadêmica deva se posicionar e participar dos debates públicos sobre os temas que estuda (Barata, 2015). Ao mesmo tempo, assuntos relacionados à geociências são raramente abordados por essa mídia e, quando isso acontece, é de forma sensacionalista e em uma linguagem pouco compreensível para o público em geral. A Política Científica e Tecnológica, por sua vez, constitui um objeto de estudos complexo, e que representa um instrumento fundamental dentro das políticas públicas porque não compreende apenas a alocação de recursos, mas também as formas como as pessoas interpretam o real a partir do conhecimento científico e tecnológico (Dias, 2011). Assim, divulgar essas pesquisas terá o mérito de abordar as relações entre ciência e sociedade, ainda pouco compreendidas pela população. Nesse contexto, é papel do IG servir como mediador dos debates sobre as atividades que realiza, apresentando aqueles estudos que possuem maior relevância para a sociedade, seja do ponto de vista dos benefícios que trazem, dos recursos que foram utilizados - considerando que tais pesquisas são realizadas com financiamento público - ou pela visibilidade que tais atividades trarão para a ciência brasileira. As matérias produzidas no âmbito do projeto serão publicadas prioritariamente nas revistas de divulgação científica para o público leigo ComCiência e Inovação, produzidas pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Unicamp, o Labjor e reproduzidas no site e nas redes sociais do IG. Além disso, também é objetivo do projeto realizar uma oficina de divulgação científica junto aos pesquisadores do Instituto, com a finalidade de ensinar como detectar temas de interesse público, como preparar um release para a imprensa, quais canais a universidade possui para divulgar suas pesquisas e como usar as redes sociais para visibilizar esses trabalhos. Por fim, a proposta também tem a meta de publicar artigos e apresentar trabalhos em eventos que discutam temas relacionados ao do projeto.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.