Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de auto-montagens teranósticas baseadas em pontos quânticos e ferroceno

Processo: 18/14164-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 02 de maio de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Leila Aparecida Chiavacci Favorin
Beneficiário:Bruna Lallo da Silva
Supervisor no Exterior: Laurent Lemaire
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université d'Angers, França  
Vinculado à bolsa:17/16074-4 - Desenvolvimento de sistemas teranósticos a base de ZnO dopado com GD, Mn e Co e nanocápsulas lipídicas, BP.DR
Assunto(s):Pontos quânticos

Resumo

Este projeto está associado ao processo de bolsas de doutorado da FAPESP número 2017 / 16074-4. Nos últimos anos, a inovação na pesquisa farmacêutica se concentra no desenvolvimento de sistemas teranósticos, que combinam duas funções: uma diagnóstica e outra terapêutica, graças à incorporação simultânea em nanossistemas de agentes terapêuticos e de imagem. O objetivo deste projeto é, durante o estágio no laboratório francês, o desenvolvimento de novos vetores anticâncer, nos quais o ingrediente ativo ferroceno (p-54) é ele mesmo o vetor, e com o peptídeo de poliarginina (Arg-7) são formadas as auto-montagens de Arg (7) -p54. Em seguida, a adição de funções de diagnóstico em auto-montagens será fornecida pela incorporação de agentes de imagem, tais como pontos quânticos (PQs) enriquecidos com Mn e / ou Gd. O primeiro passo do trabalho experimental será sintetizar os PQs e acoplá-los com nanoassemblies de Arg (7) -p54. Após o desenvolvimento, as propriedades magnéticas e ópticas serão avaliadas, seguidas da investigação de estabilidade de nanoassemblies teranósticos em meios biológicos. O laboratório MINT conta com uma equipe multidisciplinar composta por químicos, físicos, farmacêuticos e engenheiros que se dedicam principalmente ao desenvolvimento de sistemas nanoestruturados para o tratamento do câncer. Desta forma, a expertise, além da gama de equipamentos disponíveis, é extremamente importante para a realização do presente projeto, resultando em ganhos na fronteira do conhecimento. O Dr. Laurent Lamaire (Engenheiro de Pesquisa Sênior no laboratório MINT, Université d´Angers) foi escolhido como responsável por este estágio devido a sua forte experiência na caracterização de nanosistemas e em técnicas de imagem, como ressonância magnética e fluorescência. O Dr. Laurent Lemaire tem liderado vários projetos relacionados ao desenvolvimento de materiais para diagnóstico e tratamento do câncer, inclusive com a colaboração do nosso grupo de pesquisa. Nesse sentido, a colaboração com o laboratório MINT é importante para o desenvolvimento deste projeto e, portanto, muitos ganhos científicos são esperados.