Busca avançada
Ano de início
Entree

Reducciones indígenas no Alto Amazonas (1686-1757): acordos, processos de deslocamento e territorialização dos omáguas, yurimáguas, aysuares e ybanomas

Processo: 18/04143-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Eduardo Natalino dos Santos
Beneficiário:Fernanda Aires Bombardi
Supervisor no Exterior: Juan Marchena Fernandez
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidad Pablo de Olavide (UPO), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/14921-1 - Descimentos e reducciones indígenas no Oeste amazônico (1686-1757): processos de deslocamento e territorialização dos Omáguas, Yurimáguas, Aysuares, Ybanomas e Manaos, BP.DR
Assunto(s):Companhia de Jesus   Territorialização

Resumo

O presente projeto de pesquisa no exterior consiste na segunda etapa de pesquisa do projeto de doutorado desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo. Nosso objetivo principal é compreender os acordos e processos de redução de grupos indígenas realizados por missionários jesuítas no território compreendido pelos rios Napo e Solimões, uma região de fronteira disputada por portugueses e espanhóis, entre os anos de 1686 e 1757. Para tanto, este projeto se desdobra em três objetivos específicos: buscaremos, primeiramente, ampliar o conjunto de fontes documentais e bibliográficas sobre o processo de colonização espanhola na região amazônica administra pela Província de Quito em arquivos e bibliotecas situados nas cidades de Sevilha e Madri, na Espanha; ademais, será necessária a realização de pesquisas em arquivo de instituições religiosas localizadas em Roma para levantamento e análise da documentação produzida pelos missionários jesuítas e padres seculares subordinados ao bispado de Quito. Em segundo, objetivamos desenvolver estratégias metodológicas para o estudo da história das populações indígenas objeto da ação evangelizadora, no contexto de intensificação da exploração de sua mão de obra, seja por parte dos encomenderos espanhóis ou por parte das expedições escravistas portuguesas. Por fim, buscamos estreitar os vínculos e compartilhar experiências de pesquisa entre áreas e centros de estudos através da participação e apresentação dos resultados de nossas investigações nos eventos acadêmicos regularmente organizados pelo departamento de História da Universidade Pablo de Olavide e da Universidade de Sevilha.