Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação dos níveis recomendados de nutrientes específicos para Gilthead sea bream, no melhoramento do desempenho de crescimento e utilização de alimento

Processo: 18/16584-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Renata Guimarães Moreira Whitton
Beneficiário:Joseane da Silva
Supervisor no Exterior: Maria Soledad Izquierdo Lopez
Instituição-sede: Centro de Aquicultura (CAUNESP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Las Palmas de Gran Canaria (ULPGC), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/14699-7 - Suplementação de vitamina A durante a reprodução de fêmeas de Astyanax altiparanae, BP.MS
Assunto(s):Crescimento animal   Nutrição animal   Vitaminas   Suplementos vitamínicos para animais   Peixes

Resumo

O estabelecimento de uma exigência nutricional é essencial para produzir espécies de peixes comercialmente. Normalmente, as vitaminas são necessárias em pequenas quantidades, mas a deficiência desses nutrientes compromete o desenvolvimento e a saúde dos peixes. Este estudo irá avaliar o crescimento e desempenho de Gilthead sea bream, Sparus aurata, alimentados com diferentes níveis de vitaminas A, D e K. Este estudo é importante para estabelecer os níveis adequados destas vitaminas para assegurar o máximo crescimento e utilização destes nutrientes pelos peixes produzidos pela aquicultura, obtendo um desempenho substancial desta espécie. O principal objectivo deste estudo é desenvolver alimentos sustentáveis e rentáveis que melhorem os principais indicadores de desempenho, maximizando o potencial de crescimento e sobrevivência, assim como melhorando a eficiência alimentar, apoiando a qualidade nutricional do filé de peixe para satisfazer as expectativas dos consumidores e promover sustentabilidade econômica e ambiental. Quinze dietas serão preparadas contendo cinco níveis diferentes de vitamina A (Vit A1, Vit A2, Vit A3, Vit A4 e Vit A5), D (Vit D1, Vit D2, Vit D3, Vit D4 e Vit D5) e K (Vit K1, Vit K2, Vit K3, Vit K4 e Vit K5). Essas dietas serão oferecidas a 450 peixes, distribuídos aleatoriamente em 15 unidades experimentais. Os animais serão alimentados 3 vezes ao dia até a saciedade aparente. Ao final do período experimental, serão avaliados os parâmetros zootécnicos, histológicos, bioquímicos e marcadores moleculares.