Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento Vegetativo, produção de frutos e qualidade da fruta de laranjas Pêra e Valência e a lima ácida Tahiti sobre diversos citrandarins

Processo: 18/15044-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Mariângela Cristofani-Yaly
Beneficiário:Gabriel Felicio Micali
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/00133-4 - Ensaios com citrandarins como porta-enxertos para as laranjas Pêra e Valência e a lima ácida Tahiti, AP.R
Assunto(s):Porta-enxertos   Melhoramento genético   Pós-colheita   Tolerância a seca

Resumo

O IAC vem também realizando, desde a década de 1990, um programa de melhoramento genético de citros via cruzamentos dirigidos. Populações de híbridos obtidas a partir de cruzamentos entre diversas variedades de citros, selecionadas por marcadores moleculares, foram estabelecidas em várias regiões do estado de São Paulo, constituindo-se em uma rede experimental de novos genótipos. A partir destes experimentos, foram selecionados híbridos com grande potencial para serem utilizados como porta-enxertos. Frente ao exposto acima, a presente proposta possui como principal objetivo, a avaliação de variedades e híbridos (citrandarins) de porta-enxertos de citros para resistência à seca, compatibilidade entre copa e porta-enxertos, desenvolvimento vegetativo, produção e qualidade físico-química de frutos em diferentes condições edafoclimáticas e de espaçamento no plantio, como porta-enxertos para as laranjas Pêra e Valência e a lima ácida Tahiti, em ensaios de competição com variedades comerciais, visando à avaliação final para lançamento de novas variedades de porta-enxertos para a citricultura. Todas as variedades e híbridos pré-selecionados são resultados de projetos anteriores e a presente proposta visa à continuidade do programa de melhoramento de porta-enxertos para citros que vem tendo apoio da FAPESP, CNPq e INCT.