Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da eletrooxidação do dióxido de enxofre sob influência da temperatura e convecção

Processo: 18/13944-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 23 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Susana Inés Córdoba de Torresi
Beneficiário:Leonardo Domenico de Angelis
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/26308-7 - Otimização das propriedades físico-químicas de materiais nano-estruturados e suas aplicações em reconhecimento molecular, catálise e conversão/armazenamento de energia, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/22504-7 - Estudo do mecanismo da eletrooxidação de dióxido de enxofre por ATR-SEIRAS 2D, BE.EP.IC
Assunto(s):Eletroquímica   Eletro-oxidação   Eletrocatálise   Eletrocatalisadores   Dióxido de enxofre

Resumo

Grande parte das fontes de energia atuais possuem compostos sulforados em sua composição que, quando oxidados, liberam substâncias tóxicas na atmosfera tal como o dióxido de enxofre, gás nocivo à saúde em muitos aspectos e letal em grandes concentrações, além prejudicar o meio ambiente. Sua crescente concentração atmosférica torna necessário o desenvolvimento de métodos de obtenção de energia mais limpos, como o gás hidrogênio, que também possui uma alta eficiência energética. Porém, por conta de o H2 ser classificado como uma espécie traço na atmosfera, são necessários novos métodos para sua produção, que não envolvam combustíveis fósseis ou um alto consumo de energia, como a oxidação de SO2 a ácido sulfúrico gerando H2 como produto secundário. Existe grande discrepância na literatura a respeito do mecanismo e comportamento oscilatório da oxidação de SO2 sobre eletrocatalisadores de Au e Pt. A reação demonstra dependência do eletrólito suporte e do catalisador utilizado, exibindo osciladores HNDR na presença de ClO4 - em Au, situação da qual apresentou maior atividade catalítica se comparado a outros eletrólitos e catalisadores. Porém, fatores como transporte de massa e temperatura também são de grande importância a serem analisados para que se tenha um maior entendimento acerca do comportamento oscilatório da reação. Dessa forma, este projeto visa estudar o comportamento oscilatório da oxidação do SO2 com a utilização de técnicas de RDE para controle da camada difusional, assim como uma célula de camisa e um termostato convencional para controle de temperatura, além de uma possível verificação dos espectros de impedância e de sua dependência com outras variáveis da reação.