Busca avançada
Ano de início
Entree

Splicing alternativo em genes codificadores de HSPs como resposta a antifúngicos no dermatófito Trichophyton rubrum

Processo: 18/15458-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Nilce Maria Martinez-Rossi
Beneficiário:João Neves da Rocha Fonseca
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/03847-7 - Caracterização molecular de mecanismos envolvidos na patogenicidade e sinalização celular em fungos, AP.TEM
Assunto(s):Processamento alternativo   Trichophyton rubrum   Antifúngicos

Resumo

Trichophyton rubrum é uma das principais espécies causadoras de dermatofitoses a nível mundial. Seu caráter antropofílico, juntamente ao seu genoma sequenciado, faz dela um modelo de grande utilidade para o estudo da biologia de fungos patogênicos - e, em associação, também para o reconhecimento de potenciais vias metabólicas como alvos de drogas. No contexto aplicado às terapias com antifúngicos, são especialmente interessantes as biomoléculas que desempenham funções celulares centrais ou múltiplas, visto que uma disfunção associada a elas dificultaria ao mesmo tempo a sobrevivência do fungo e sua eventual aquisição de resistência ao tratamento. Um grupo particular de proteínas chaperonas, as HSPs (Heat Shock Proteins), corresponde a tais pré-requisitos: elas constituem importantes vias de resposta ao stress celular, atuando na regulação da atividade de outras proteínas em processos de enovelamento e desenovelamento, manutenção da conformação nativa e fragmentação de agregados. Em adição a isso, a resposta a estímulos ambientais em organismos eucariotos revela que o mecanismo de regulação gênica por splicing alternativo pode se apresentar como fundamental para a formação de uma larga diversidade fenotípica no proteoma das células, o que confere vantagens adaptativas em condições adversas. Dessa forma, o objetivo principal do presente trabalho é o de verificar a presença de isoformas relacionadas a proteínas de resposta ao stress (HSPs) na espécie de fungos dermatófitos Trichophyton rubrum quando da sua exposição a drogas antifúngicas.