Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da temperatura ambiental, umidade do ar e poluição atmosférica na incidência de admissões hospitalares por acidente vascular cerebral na cidade de São Paulo

Processo: 17/23866-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Adami
Beneficiário:Andre Akira Ramos Takahashi
Instituição-sede: Centro Universitário Saúde ABC. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Poluição atmosférica   Temperatura ambiente   Umidade relativa do ar   Serviço hospitalar de admissão de pacientes   Acidente vascular cerebral   São Paulo (SP)

Resumo

INTRODUÇÃO: O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma das maiores causas de morbimortalidade no mundo, sendo uma morbidade de difícil tratamento e recuperação. Esta doença pode estar associada a fatores ambientais, como a poluição atmosférica, a umidade do ar e a temperatura ambiental. Dessa forma, é importante o estudo dessas possíveis associações, ainda mais em uma situação de alterações climáticas, como as ocorridas no cotidiano da cidade de São Paulo, Brasil. OBJETIVO: analisar associação entre a temperatura ambiental, umidade do ar e poluição atmosférica com a incidência de admissões hospitalares por Acidente Vascular Cerebral na cidade de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional de caráter Ecológico, realizado por coleta de dados secundários na cidade de São Paulo no ano de 2016. A definição de Acidente Vascular Cerebral será de acordo com a décima revisão da Classificação Internacional das Doenças (CID10) nos códigos: I60, I61, I63 e I64. Os dados sobre incidência de admissões hospitalares por AVC serão obtidos pelo Sistema de Informação Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH-SUS) através do site do DATASUS. Os dados referentes à poluição atmosférica, umidade do ar e temperatura ambiental serão coletados pela CETESB. Será realizada a análise descritiva dos dados. Para analisar associação entre a exposição aos poluentes e a incidência de admissões hospitalares por AVC na população da cidade de São Paulo será utilizado o teste de correlação de Pearson e Spearman. O nível de significância será de 5% e o programa estatístico utilizado será o Stata versão 13.0®.