Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da umidade no grau de conversão e resistência adesiva de diferentes sistemas adesivos

Processo: 18/06850-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Dimorvan Bordin
Beneficiário:Arles Naisa Amaral Silva
Instituição-sede: Universidade Universus Veritas Guarulhos (Univeritas UNG). Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística restauradora   Materiais dentários   Adesivos dentinários   Solventes   Dentina

Resumo

O excesso de umidade do substrato dentinário após o condicionamento ácido pode impedir a polimerização correta dos adesivos, ao passo que a dentina ressecada dificulta a infiltração do mesmo. Assim, a camada híbrida pode estar sujeita à degradação hidrolítica, acarretando em infiltração marginal, sensibilidade, pigmentação e cáries secundárias. O objetivo do estudo será avaliar a influência de diferentes graus de umidade da dentina no grau de conversão química e resistência adesiva de diferentes sistemas adesivos. Inicialmente, será mensurada a cinética de conversão do adesivo durante a polimerização utilizando espectroscopia de infravermelho transformada por Fourier. Serão testados dois sistemas adesivos; Single Bond (SB) (controle) e Prime & Bond Active (P&B) (experimental) em 4 diferentes níveis de umidade conforme a proporção água mais adesivo (1:0,5; 1:1, 1:2;) (grupos experimentais) ao passo que o adesivo puro (sem umidade) será utilizado como controle. Para isso, será depositada no cristal de leitura uma porção de água acrescida de adesivo utilizando uma pipeta. Em seguida, serão selecionados molares humanos do banco de dentes, o qual receberão preparo cavitário (Classe I). Após o condicionamento com ácido, os dentes serão alocados em 6 grupos de acordo com o adesivo (SB ou P&B) em 3 níveis de umidade da dentina: ressecada por jato de ar (R) (experimental), úmida (U)- secagem com papel absorvente (controle), ou com excesso de umidade (E) (experimental), o qual será depositado 4µl de água. Os dentes serão restaurados utilizando uma resina composta. Após 24hs, os dentes serão seccionados e submetidos ao ensaio de microtração utilizando uma máquina de ensaios universais. Os dados obtidos serão expressos em resistência adesiva (MPa). O número de amostras será definido após teste piloto e análise exploratória dos dados.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.