Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias funcionais de árvores da Caatinga: uma abordagem hidráulica

Processo: 17/21742-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Tomas Ferreira Domingues
Beneficiário:Luiza Helena Menezes Cosme
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Xilema   Densidade da madeira   Comunidades vegetais   Biogeografia   Dendrocronologia

Resumo

A Caatinga é o bioma do semiárido brasileiro que apresenta uma expressiva diversidade de plantas, cuja vegetação é adaptada às severas secas e condições climáticas adversas que ocorrem sazonalmente na região. É uma das áreas menos estudadas e menos protegidas das regiões naturais brasileiras e vem passando por um extenso processo de exploração e uso insustentável de seus recursos naturais. Além disso, a região apresenta um regime de precipitação escasso e irregular associado com uma demanda evaporativa regularmente elevada. Esses fatores influenciam diversos processos fisiológicos nas plantas e agregam complexidade ao conjunto de estratégias funcionais viáveis às condições hidro-edáficas locais. O objetivo desse estudo é compreender as estratégias hidráulicas das principais espécies de árvores da Caatinga utilizando novos dados de atributos funcionais e avaliar a vulnerabilidade das espécies à seca no intuito de gerar conhecimentos necessários para explicar o padrão de distribuição espacial das espécies. Desenvolverei este estudo em 3 áreas florestais localizadas no estado de Pernambuco dentro dos domínios do bioma Caatinga. Medirei altura máxima (H), a área foliar específica (SLA), a condutividade estomática (gs), a condutividade específica do xilema (Ks), a vulnerabilidade à seca (P50), o diâmetro e densidade dos vasos do xilema (Dmh e VD), a densidade da madeira (WSG) e a razão entre área foliar: área de xilema ativo (La: Sa). Determinarei os principais trade-offs entre os atributos funcionais hidráulicos de espécies de árvores da Caatinga e avaliarei a variabilidade inter e intra-específica dentro das espécies pertencentes as famílias mais abundantes da região. Analisarei as séries históricas de seca através dos anéis radiais de crescimento no caule e utilizarei modelos estatísticos para auxiliar a compreensão da distribuição espacial das espécies através dos dados de atributos funcionais hidráulicos. Assim, conseguirei ampliar o conhecimento sobre as estratégias funcionais de espécies da Caatinga, contribuindo para previsões futuras dos padrões de distribuição de espécies em um cenário de mudanças climáticas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)