Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação dos óleos essenciais e compostos fenólicos como inibidores do mecanismo de resistência a ivermectina (glicoproteína-P) de Haemonchus contortus em testes in vitro

Processo: 18/15206-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Luciana Morita Katiki
Beneficiário:Jéssica Carolina Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/23540-1 - Interação dos óleos essenciais e compostos fenólicos como inibidores do mecanismo de resistência a ivermectina (glicoproteína-P) de Haemonchus contortus em testes in vitro e expressão por meio de PCR quantitativo em tempo real, AP.R
Assunto(s):Ovinos   Ivermectina   Parasitologia   Óleos essenciais

Resumo

O objetivo do trabalho será avaliar a atividade anti-helmíntica da ivermectina sob H. contortus de cepa resistente e comparação com cepa sensível isoladamente e o potencial de ação de sete óleos essenciais e sete compostos fenólicos sobre os mecanismos de resistência do parasita em associação à ivermectina em teste de desenvolvimento e motilidade de H. contortus in vitro. O uso de medicamentos eficazes promove a saúde animal, diminui a frequência de uso dos anti-helmínticos, diminui a possibilidade de resíduos na carne/leite, diminui a possibilidade de contaminação ambiental e promove uma sustentabilidade na produção. O bolsista será treinado para avaliar o estado sanitário diário dos animais experimentais a fim de garantir a saúde e o bem estar desses indivíduos. O bolsista recebera treinamento ara o preparo e execução do teste de desenvolvimento larval, que é um teste adequado para se avaliar a atividade antihelmintica da ivermectina e por isso será utilizado para triagem dos 14 compostos fitoquímicos associados à ivermectina. Os 3 óleos essenciais e 3 compostos fenólicos com atividades mais promissoras detectadas pelo teste de desenvolvimento serão avaliados pelo teste de motilidade de adultos. O bolsista será responsável por preparar os materiais e executar o teste. O teste de motilidade de adulto avalia o parasita em seu estágio mais patogênico. O material genético de H. contortus será recuperado para se avaliar a expressão da P-GP sobre a interação dos fitoquimicos + ivermectina. Dessa forma, o bolsista será treinado para a perfeita extração. O bolsista realizará tabulação de dados e receberá treinamento para interpretação dos resultados estatísticos dos testes in vitro. Ao final do treinamento, o bolsista sera capaz de realizar os testes in vitro, recuperar o material genético dos parasitas, elaborar um relatório detalhado, elaborar resumos para congressos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.