Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade da carne do músculo Pectoralis major de frangos de corte e perus acometidos pela miopatia peitoral profunda

Processo: 18/06900-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Marco Antonio Trindade
Beneficiário:Aline Giampietro Ganeco
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/09707-6 - Qualidade da carne e miopatias musculares de frangos de corte em múltiplos segmentos de mercado, BE.EP.PD

Resumo

A produção brasileira de frangos de corte desenvolveu-se em um complexo setor econômico cujo objetivo é a produção máxima de carne com o menor custo e a criação de perus está evoluindo gradativamente e tem se tornado altamente especializada. O desempenho produtivo tem contribuído para lesões nas carcaças das aves, como a Miopatia Peitoral Profunda (MPP) que é considerada um grave problema em linhas de abate de aves. O objetivo deste estudo será caracterizar a carne do músculo Pectoralis major remanescente de carcaças acometidas pelos diferentes graus de severidade da miopatia peitoral profunda (MPP) provenientes de frangos de corte e perus, bem como avaliar a influência desta miopatia na qualidade da carne de maneira que possa influenciar o mercado consumidor. Serão coletadas em frigoríficos com serviço de inspeção federal (SIF) amostras do músculo Pectoralis major remanescente de carcaças de aves acometidas pela MPP em diferentes grau de severidade, de machos, de duas linhagens distintas, Cobb e Ross, para frangos de corte e Nicholas e Hybrid para perus. Será realizado a identificação e classificação das miopatias (peitoral profunda e white striping), segundo a literatura e em um software para sistema computacional de reconhecimento por imagens. Serão realizadas análises físicas, químicas e tecnológicas, tais como: cor, pH, capacidade de retenção de água, perda de peso por cozimento, força de cisalhamento, oxidação lipídica, comprimento de sarcômero, colágeno total, composição química, colesterol dos músculos. Para avaliar a qualidade da carne de aves de cada espécie estudada (frangos e perus) será utilizado um delineamento experimental inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial 2x3 (duas linhagens e três graus de severidade da miopatia por categoria) de acordo com o estudo de incidência das lesões. Os resultados serão submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste Tukey com significância definida em p<0,05.