Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação dos sistemas histaminérgico e dopaminérgico cerebelar na modulação de funções motoras e não motoras em camundongos

Processo: 17/24879-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Anna Carolyna Lepesteur Gianlorenço
Beneficiário:Evelyn Maria Guilherme
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Psicobiologia   Cerebelo   Vermis cerebelar   Histamínicos   Agentes dopaminérgicos   Aprendizagem motora   Desempenho motor   Memória emocional   Técnicas estereotáxicas   Modelos animais

Resumo

O cerebelo é uma estrutura classicamente relacionada a coordenação motora e equilíbrio, porém atualmente sabe-se que tem participação também em funções não motoras, como a cognição. Os sistemas de neurotransmissão dopaminérgico e histaminérgico estão presentes no circuito neuronal cerebelar. Evidências sugerem que esses sistemas podem interagir e modular diversas funções. Estudos prévios mostraram o papel do sistema dopaminérgico e histaminérgico na modulação do desempenho motor e aprendizagem motora, mas ainda não se sabe se como sua interação influencia nessa função. Portanto, o principal objetivo deste estudo será investigar os efeitos da microinjeção de histamina e dos antagonistas dopaminérgicos D1 e D2 via vérmis cerebelar, propondo uma possível interação desses sistemas junto ao cerebelo na modulação do desempenho motor, aprendizagem motora e memória emocional em camundongos. O estudo será composto de 4 experimentos, como os objetivos de avaliar os efeitos da injeção combinada de histamina e SCH 23390 (antagonista do receptor dopaminérgico D1), e da injeção combinada de histamina e sulpiride (antagonista do receptor dopaminérgico D2) sobre o desempenho motor, aprendizagem motora e memória emocional em diversos modelos experimentais, a fim de verificar o efeito modulador do sistema dopaminérgico sobre essas funções. Para isso, será realizada a implantação de uma cânula-guia de 7 mm de comprimento no vérmis cerebelar, por meio de cirurgia estereotáxica, em camundongos machos (Suíço Albino) com peso entre 25 e 35 g. Três dias após a cirurgia, serão realizados os testes comportamentais, seguido do procedimento de microinjeção, e vinte e quatro horas após será realizado o segundo dia de exposição ao teste com o mesmo protocolo experimental. A histologia irá confirmar se a injeção realmente ocorreu no vérmis cerebelar. A análise estatística consistirá no teste de homogeneidade e análise de variância (ANOVA), seguido por teste post-hoc apropriado ao desenho experimental. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUILHERME, EVELYN M.; GIANLORENCO, ANNA CAROLYNA L. The Effects of Intravermis Cerebellar Microinjections of Dopaminergic Agents in Motor Learning and Aversive Memory Acquisition in Mice. FRONTIERS IN BEHAVIORAL NEUROSCIENCE, v. 15, FEB 25 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.