Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de biogás a partir de vinhaça de 1ª e 2ª geração e licor de pentoses utilizando planejamento experimental e metodologia de superfície de resposta

Processo: 18/12970-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Bruna de Souza Moraes
Beneficiário:Gabriela Pereira de Freitas
Instituição-sede: Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/16438-3 - Produção de biogás em biorrefinarias de cana-de-açúcar integradas de 1ª e 2ª geração: aspectos fundamentais e operacionais do processo, AP.R
Assunto(s):Digestão anaeróbia   Biorrefinarias   Biogás   Biodigestores anaeróbios   Vinhaça

Resumo

As correntes líquidas residuais geradas em uma biorrefinaria de cana-de-açúcar integrada de 1ª e 2ª geração (1G2G) podem ter seu valor agregado quando consideradas substratos para a produção de biogás e, consequentemente, bioenergia. Nesse caso, a vinhaça 1G2G, proveniente do processo de destilação do etanol, e o licor de pentoses, proveniente do pré-tratamento do bagaço, surgem com potencial de produção de biogás em função de seu conteúdo orgânico. No entanto, não há informações na literatura a respeito da biodigestão anaeróbia da mistura dessas correntes, sendo que seu potencial de produção ainda é uma hipótese. A viabilidade da produção de bioenergia a partir de tais resíduos representa uma forma sustentável e otimizada para o aproveitamento dos mesmos, melhorando o balanço energético e ambiental das futuras biorrefinarias de cana-de-açúcar integradas 1G2G, que até o momento, não dispõem de um planejamento para a disposição dessas correntes líquidas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.