Busca avançada
Ano de início
Entree

Gênese da tectonossequência Jaibaras (Ediacarano - Ordoviciano) e sua herança na sedimentação da sequência Serra Grande (Ordoviciano - Siluriano), borda nordeste da Bacia do Parnaiba

Processo: 17/19550-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Lucas Verissimo Warren
Beneficiário:Rodrigo Irineu Cerri
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/26257-4 - Análise geocronológica e de proveniência sedimentar das sequências Jaibaras e Serra Grande, através de análises U-Pb em rutilo., BE.EP.DR
Assunto(s):Sedimentologia fluvial   Ediacarano   Ordoviciano   Siluriano   Bacia hidrográfica

Resumo

A Bacia do Jaibaras é usualmente interpretada como a unidade precursora da Bacia do Parnaíba, sendo desta separada por uma discordância regional. Esforços distensivos ocorridos após os estágios finais de consolidação do Gondwana no Período Ediacarano seriam os responsáveis pela formação de inúmeras bacias de rifte de tamanho diminuto possivelmente a partir de falhas e descontinuidades do lineamento transbrasiliano. Em um estágio posterior, uma fase de subsidência térmica ocorrida no Ordoviciano teria iniciado a implantação da Bacia do Parnaíba, recobrindo as sucessões sedimentares depositadas nas bacias de rifte. No entanto, a plena aceitação da hipótese que a Bacia do Jaibaras é precursora da Bacia do Parnaíba é dificultada pela ausência de um arcabouço estratigráfico adequado, bem como pela ausência de dados geocronológicos consistentes nas duas bacias. Face a ausência de estudos voltados ao entendimento da evolução destas bacias, este projeto, visa conduzir estudos sedimentológicos, estratigráficos e geocronológicos de detalhe nas sucessões sedimentares Ediacaranas - Ordovicianas da Bacia do Jaibaras e unidades pré-devonianas da Bacia do Parnaíba. Propõe-se, portanto, a utilização de métodos de análise de bacia modernos e balizados na estratigrafia de sequência, juntamente com análises geocronológicas e de proveniência sedimentar a fim de compor um quadro deposicional apropriado. Deste modo, o presente projeto visa preencher esta importante lacuna do conhecimento e busca compreender os mecanismos envolvidos na transição entre bacias de rifte e sinéclises intracontinentais instaladas após a consolidação final do supercontinente Gonwana. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CERRI, RODRIGO I.; WARREN, LUCAS V.; VAREJAO, FILIPE G.; MARCONATO, ANDRE; LUVIZOTTO, GEORGE L.; ASSINE, MARIO L. Unraveling the origin of the Parnaiba Basin: Testing the rift to sag hypothesis using a multi-proxy provenance analysis. Journal of South American Earth Sciences, v. 101, AUG 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.