Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da composição do efluente secundário na desinfecção por O3/H2O2

Processo: 18/15706-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Renato Falcão Dantas
Beneficiário:Tiago Gomes de Aragão Belé
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/17774-1 - Influência da composição do efluente secundário na desinfecção por processos oxidativos avançados, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):19/02390-7 - Remoção de microplásticos e plásticos líquidos em efluentes por processos oxidativos avançados, BE.EP.MS
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias   Peróxido de hidrogênio   Ozonização   Processos oxidativos avançados

Resumo

O processo de ozonização vem sendo, nas ultimas décadas, muito usado no tratamento de águas e efluentes devido ao seu alto poder de desinfecção e remoção de micro-contaminantes. Entretanto, os custos de tratamento são diretamente proporcionais às doses de ozônio aplicadas e a configuração do sistema de ozonização. Sendo assim a verificação da combinação de ozônio com H2O2 iria aumentar a quantidade de oxidante e de certa maneira ser mais resistente ao poder inibidor dos constituintes do esgoto.